Início » Internacional » Homem armado e condenado esteve com Obama em elevador
Falha no Serviço Secreto

Homem armado e condenado esteve com Obama em elevador

O homem, com histórico de condenações por agressão, esteve próximo ao presidente sem ter tido seus antecedentes criminais checados

Homem armado e condenado esteve com Obama em elevador
Falha de segurança pelo Serviço Secreto expôs Obama a riscos. Já foram dois episódios revelados este ano (Reprodução/Internet)

Uma nova falha na segurança pelo Serviço Secreto dos EUA permitiu que, no último dia 16, um homem armado e com histórico criminal estivesse com o presidente Barack Obama em um elevador, quanto visitava o Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), em Atlanta. O erro foi revelado pelo deputado republicano, Jason Chaffetz.

O homem trabalhava como segurança particular do CDC e se negou a parar de filmar Obama no elevador pelo celular. Ele foi detido e desarmado, tendo o histórico checado, quando foi tomado conhecimento de suas três condenações por agressão, e o CDC o demitiu imediatamente. Ele esteve próximo ao presidente sem ter tido seus antecedentes criminais checados.

O episódio veio a público no dia em que a diretora do Serviço Secreto, Julia Pierson, explicava ao Congresso a invasão da Casa Branca por um ex-militar. O novo caso deve aumentar a pressão para a demissão da diretora, que informou que o presidente é avisado sempre que ocorrem falhas na segurança, mas afirmou ter ocorrido uma única vez este ano: o caso do ex-militar Omar Gonzalez, que entrou na residência oficial no último dia 19.

Gonzalez pulou a cerca da Casa Branca e entrou facilmente na residência oficial, já que o alarme da entrada principal não estava ativado. Ele só foi capturado quando já estava próximo ao Salão Verde. O presidente e sua família haviam saído. O Serviço Secreto não se pronunciou sobre o novo caso.

Fontes:
O Globo - Homem armado e condenado esteve em elevador com Obama

1 Opinião

  1. Mauricio Fernandez disse:

    As possibilidades apontadas aqui simplesmente não existem. O que existe é uma intenção.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *