Início » Internacional » Hong Kong desiste de projeto de lei de extradição
PROJETO POLÊMICO

Hong Kong desiste de projeto de lei de extradição

Projeto provocou uma grande onda de manifestações no último mês

Hong Kong desiste de projeto de lei de extradição
Apesar de assumir a responsabilidade pela crise, Carrie Lam não renunciou ao cargo (Fonte: Reprodução/Twitter/Matt Rivers)

Após quase um mês de protestos em Hong Kong, a chefe do governo, Carrie Lam, anunciou nesta terça-feira, 9, que desistiu do projeto de lei de extradição, que provocou uma grande onda de manifestações.

“Dou como morto o projeto de lei de extradição”, disse Carrie Lam, que afirmou ainda que as tentativas para aprovar o projeto resultaram em “um completo fracasso”.

Embora não tenha deixado claro se a lei é retirada de forma eficaz, conforme exigem os opositores, a chefe do governo sugeriu que o Legislativo não planeja seguir com sua tramitação.

Carrie Lam também anunciou que será criado um comitê de investigação independente para supervisionar a ação policial durante as manifestações no último mês e ainda uma plataforma para dialogar com os oponentes da lei.

“Vou publicar o resultado deste relatório para que todos saibam o que aconteceu durante o último mês, as pessoas que participaram, tanto os manifetantes quanto os policiais, poderão fornecer evidências sobre o que aconteceu”, disse ainda a chefe do governo, que também assumiu “total responsabilidade” pela crise.

Apesar de assumir a responsabilidade pela crise, Carrie Lam não renunciou ao cargo, como queriam os manifestantes. A chefe do governo pediu “uma oportunidade, o tempo e o espaço” para que Hong Kong volte à normalidade. “Nossa missão é fazer com que os cidadãos tenham a confiança necessária em nosso governo”,  ressaltou.

Carrie Lam afirmou ainda que é preciso “ouvir as gerações mais jovens e de diferentes setores para saber o que pensam”, reconhecendo que o que aconteceu em Hong Kong “reflete que existem problemas mais profundos que não devemos ignorar”.




Fontes:
G1 - Chefe do governo de Hong Kong desiste de polêmica lei de extradição

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *