Início » Internacional » Imigração ilegal sobe novamente nos EUA
FLUXO MIGRATÓRIO

Imigração ilegal sobe novamente nos EUA

Apesar das medidas de Donald Trump para reprimir a imigração ilegal, o fluxo migratório cresceu nos últimos meses

Imigração ilegal sobe novamente nos EUA
A redução do fluxo da imigração ilegal é uma questão extremamente complexa (Foto: Facebook/@Donald J. Trump)

Os fatos pareciam indicar que o “efeito Trump” dera resultado. Poucas semanas depois da posse de Donald Trump em janeiro de 2017, o número de pessoas presas ao tentarem cruzar ilegalmente a fronteira do México reduziu-se a 11.127, o menor número em 17 anos. John Kelly, na época secretário do Departamento de Segurança Interna (DHS), atribuiu a queda às ordens executivas de Trump sobre imigração. Elaine Duke, vice-secretária do departamento, deu crédito a uma aplicação mais eficaz das leis de imigração. Nas palavras de Trump foi “uma conquista histórica sem precedentes”.

Porém, o entusiasmo logo se dissipou. Em 5 de abril, o DHS anunciou que agentes da Patrulha de Fronteira haviam prendido 37.393 pessoas em março, um aumento de mais de 200% em relação ao ano anterior. O número de crianças desacompanhadas presas entrando ilegalmente no país aumentara 300%, enquanto o número de famílias detidas tinha aumentado quase 700%.

A redução do fluxo da imigração ilegal é uma questão extremamente complexa que não será resolvida com um discurso autoritário e ordens executivas de Trump. A promessa do presidente de eliminar a prática de prender imigrantes sem documentos e deixá-los em liberdade enquanto aguardam o julgamento será difícil de cumprir. Atualmente, o DHS tem capacidade para prender no máximo 39 mil imigrantes ameaçados de deportação. Trump quer que esse número aumente para 48 mil. Segundo determinação dos tribunais federais, as autoridades de imigração podem prender crianças desacompanhadas por apenas 20 dias até entregá-las a parentes ou pessoas que queiram acolhê-las. Por lei, os requerentes de asilo que procuram proteção nos EUA devido a perseguições políticas ou étnicas, além da violência, não podem ficar presas se não representarem uma ameaça à segurança nacional.

Apesar desses obstáculos, Trump está decidido a reprimir a imigração ilegal. Em 4 de abril, ele anunciou o envio de 2 a 4 mil soldados da Guarda Nacional para a fronteira do México. No dia seguinte, em um discurso na Virgínia Ocidental afirmou que o governo adotara medidas rigorosas para impedir a entrada de imigrantes ilegais. “Os agentes da Patrulha de Fronteira bloquearam a entrada de centenas de pessoas”, acrescentou. Trump ficará decepcionado ao saber que o DHS deportou 226 mil pessoas em 2017, um número inferior a apenas 14 mil do que no ano anterior.

 

Fontes:
The Economist-Illegal immigration to America is rising again

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *