Início » Internacional » Incêndio coloca Boeing-787 Dreamliner sob investigação
Problemas a bordo

Incêndio coloca Boeing-787 Dreamliner sob investigação

Foco da investigação será as baterias de lítio e os circuitos elétricos do avião

Incêndio coloca Boeing-787 Dreamliner sob investigação
Equipe investiga incêndio em Boeing-787 Dreamliner (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Enquanto investigadores federais tentam descobrir a causa de um incêndio a bordo de um avião Boeing-787 Dreamliner que estava parado em um aeroporto de Boston, nos EUA, começam a surgir questionamentos sobre a complexidade do sistema elétrico do modelo Dreamliner.

O fogo começou em um compartimento elétrico do avião, lugar que tem sido o centro dos problemas dos Dreamliners. O problema foi detectado poucos tempo após o avião, que partiu de Tóquio, pousar no aeroporto de Boston. Todos os passageiros e membros da equipe já haviam desembarcado.

Vazamento de combustível

O Departamento Nacional de Segurança dos Transportes dos EUA (NTSB, na sigla em inglês) enviou uma equipe de investigadores para inspecionar o avião. Não se sabe quanto tempo levará a investigação, mas o foco dos investigadores será as baterias de íons de lítio e os circuitos elétricos do avião.

Na última terça-feira, 8, a Japan Airlines teve que interromper um voo realizado pelo mesmo modelo de avião e retornar ao aeroporto de Boston após ser detectado um vazamento de combustível.

Os problemas recentes podem causar danos à imagem do modelo Dreamliner, que atualmente presta serviços a mais de 40 companhias aéreas ao redor do mundo e tem mais de 800 encomendas.

Fontes:
CNBC-Fire Puts Dreamliner Under Scrutiny
CNBC-Japan Airlines Dreamliner Cuts Flight Short Due to Fuel Leak

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *