Início » Internacional » Incêndio na catedral de Notre-Dame é controlado
FRANÇA

Incêndio na catedral de Notre-Dame é controlado

Presidente francês prometeu que vai 'reconstruir' a catedral

Incêndio na catedral de Notre-Dame é controlado
As chamas se espalharam rapidamente (Fonte: Reprodução/Marine Le Pen/Twitter)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O incêndio de grandes proporções que atingiu a catedral de Notre-Dame, em Paris, na França, foi controlado na manhã desta terça-feira, 16 (horário local, ainda madrugada no Brasil).

Em entrevista coletiva, o porta-voz dos bombeiros de Paris, Gabriel Plus, afirmou que “o fogo foi extinto em sua totalidade” e que 100 bombeiros continuarão trabalhando durante todo o dia por causa de eventuais “focos residuais” e também para a retirada de obras de arte, juntamente com especialistas, que não puderam ser removidas durante o incêndio.

Informações preliminares apontam para a preservação da estrutura das torres da catedral, que teve boa parte do telhado reduzido a cinzas.

O presidente da França, Emmanuel Macron, prometeu que irá “reconstruir” a Catedral de Notre-Dame. “O pior foi evitado, embora ainda não tenhamos vencido a batalha totalmente”, disse Macron, que ficou visivelmente emocionado.

Os bombeiros acreditam que o fogo está “potencialmente ligado” às obras que estavam em andamento na catedral. Foi aberta uma investigação por “destruição involuntária”.

Investigadores apontam para a hipótese de um incêndio acidental, que teria começado no teto da catedral. As chamas se propagaram com muita rapidez. Cerca de 400 bombeiros foram mobilizados para combater o fogo.

A catedral de Notre-Dame recebe anualmente quase 13 milhões de visitantes. Trata-se do monumento histórico mais frequentado da Europa.

Fontes:
Uol - Incêndio na catedral de Notre-Dame é controlado; estrutura preocupa

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *