Início » Internacional » Índia tenta resgatar mineiros presos em mina inundada
PRESOS HÁ 2 SEMANAS

Índia tenta resgatar mineiros presos em mina inundada

Equipes correm contra o tempo para resgatar com vida 15 mineiros, presos há duas semanas, em uma mina ilegal inundada após fortes chuvas

Índia tenta resgatar mineiros presos em mina inundada
Temor de que os mineiros não sejam encontrados com vida cresce a cada dia (Foto: East Jaintia Hills District Administration)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Índia acompanha com apreensão o drama do resgate de 15 mineiros presos há quase duas semanas em uma mina de carvão ilegal, localizada no estado de Meghalaya, que foi inundada pelas águas de um rio próximo, que transbordou em decorrência de fortes chuvas que atingem a região.

A inundação ocorreu no dia 13 deste mês e, desde então, equipes de resgate correm contra o tempo para retirar os mineiros do local. Porém, o temor de que eles não sejam encontrados com vida cresce a cada dia. Além disso, o trabalho de resgate tem sido interrompido por conta de novas enchentes.

Segundo informações da rede CNN, mais de 80 agentes participam das buscas, entre eles, mergulhadores de águas profundas da Força Nacional de Resposta a Desastres (NDRF, na sigla em inglês), pois acredita-se que os mineiros estão presos na parte mais profunda da mina. Duas bombas foram instaladas fora da mina para drenar a água – técnica que foi usada no resgate dos meninos presos em uma caverna da Tailândia, em agosto deste ano.

Porém, fortes chuvas que tornaram a atingir a região esta semana geraram novas enchentes, o que fez a caverna ser novamente inundada. A nova inundação fez crescer a desesperança de encontrar os mineiros com vida. No entanto, o ministro-chefe de Meghalaya, Conrad Sangma, afirma que os agentes não vão desistir e manterão as buscas a todo vapor.

“Os esforços estão sendo feitos e ninguém esperava que isso [a nova enchente] fosse acontecer. O dever do governo é seguir tentando. Há esperança. Não vamos simplesmente desistir assim”, disse Sangma a repórteres.

Outro fator que prejudica o trabalho da equipe é a estrutura precária da mina. Isso porque trata-se de uma mina antiga e ilegal, construída com o método conhecido como “buraco de rato”. Esses tipos de mina são comuns e, normalmente, são cavadas pelos próprios moradores do entorno. Trabalhadores, muitas vezes crianças, costumam usar escadas de bambu para descer e retirar o carvão do local, através de pequenas fendas estreitas e horizontais. À medida que o carvão é retirado, cresce a probabilidade de acidentes.

O governo indiano tenta acabar com a prática, mas ela ainda é bem comum no país. Especialmente em regiões como Meghalaya, onde fica um dos maiores depósitos de carvão da Índia e onde o combustível fóssil é retirado através de minas ilegais há décadas.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *