Início » Internacional » Indonésia agora tenta evitar epidemias
APÓS MAREMOTO

Indonésia agora tenta evitar epidemias

País luta para recuperar corpos de vítimas fatais de maremoto para impedir a contaminação de fontes de água que resultaria em epidemias

Indonésia agora tenta evitar epidemias
Destruição provocada pelas ondas gigantes (Fonte: Reprodução/Twitter/Pnsdv)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Após ser atingida por um maremoto no último sábado, dia 22, a Indonésia agora luta para recuperar os corpos de vítimas fatais que podem contaminar fontes de água e provocar epidemias.

Pelo menos 429 pessoas morreram em Sumatra e Java. Mais de 100 estão desaparecidas e mais de 1.400 ficaram feridas em decorrência das ondas gigantes provocadas pela erupção do vulcão Anak Krakatoa.

Equipes de resgate utilizam drones (aviões não-tripulados) e cães farejadores para procurarem corpos entre os escombros.

De acordo com o chefe das operações humanitárias da Oxfam na Indonésia, Dino Argianto, os problemas sanitários são a principal preocupação agora, uma vez que os “corpos em decomposição podem causar doenças e também poluir as águas”.

Autoridades pediram que a população permaneça a pelo menos dois quilômetros da costa. Há falta de água potável e medicamentos no país. Os trabalhos das equipes de resgate estão sendo prejudicados pelas fortes chuvas e bloqueios de estradas.

Fontes:
Veja - Indonésia prioriza busca de corpos para evitar epidemias após tsunami

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *