Início » Internacional » Indonésia ameaça reconsiderar compra de material militar do Brasil
crise diplomática

Indonésia ameaça reconsiderar compra de material militar do Brasil

A medida se deve à deterioração das relações entre os dois países desde a execução do brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira

Indonésia ameaça reconsiderar compra de material militar do Brasil
Indonésia chamou de volta o seu novo embaixador no Brasil, Toto Riyanto (Fonte: Reprodução/Divulgação)

De acordo com o jornal The Jakarta Post, o governo indonésio ameaçou não comprar material militar do Brasil. A medida se deve à deterioração das relações entre os dois países desde a execução do brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, em janeiro.

O governo da Indonésia chamou de volta o seu embaixador no Brasil, Toto Riyanto, apresentando ainda um protesto formal às autoridades brasileiras.

A presidente Dilma Rousseff adiou o início da atuação do novo embaixador da Indonésia em Brasília. O ato foi criticado pelo governo indonésio, que afirmou que a maneira como o Brasil anunciou o adiamento — “quando o embaixador designado já estava no Palácio do Planalto” — é “inaceitável” na Indonésia.

O incidente levou o vice-presidente da Indonésia, Jusuf Kalla, a afirmar que Jakarta poderia reconsiderar a compra de 16 aviões de combate EMB-314 Super Tucano e lança mísseis de fabricação brasileira.

Segundo o diário Kompas, o ministro das Relações Exteriores da Indonésia, Retno Marsudi, afirmou também que o país “vai reavaliar todos os aspectos de nossa relação bilateral com o Brasil”.

A possível execução de um outro brasileiro condenado por tráfico de drogas na Indonésia, Rodrigo Muxfeldt Gularte, pode desgastar ainda mais a relação entre os dois países. O Brasil pede a suspensão da execução e a hospitalização de Rodrigo, que, segundo admitiram as próprias autoridades da Indonésia, sofre de esquizofrenia.

Fontes:
G1 - Indonésia ameaça não comprar material militar do Brasil, diz jornal

5 Opiniões

  1. Henrique de Almeida Lara disse:

    É, sem dúvida, mais capítulo vergonhoso da desastrada diplomacia internacional do Governo Dilma. É o tipo da personalidade obstinada que não é capaz de aprender com os próprios erros e suas consequências.

  2. DJALMA BENTES disse:

    É no que dar fazer a todo momento corporativismo tacanho. Parece que essa petralhada não aprende nunca. Só defende bandidos, só faz intromissão indevida (Paraguaia e Honduras). ” Trabalhando(sic) ” permanentemente contra os interesses nacionais. Essa petralhada quer enganar quem? Só se for a militância comprada, a base alugada, porque o povo brasileiro não. Pode até ter a conivência dos apaniguados/bolsistas.

  3. André Luiz D. Queiroz disse:

    Revoltado,
    Acredito que, pessoalmente, Dilma Rousseff e cia. não estão nem aí para o brasileiros condenados à morte na Indonésia — ou para qualquer outro compatriota enrascado com a justiça em país estrangeiro! Certamente suas atitudes nesse caso, sua irrelevante tentativa de ‘livrar a cara’ dos dois traficantes brasileiros condenados (um já era, falta o outro…!) foram pautadas apenas no marketing político, de “jogar pra torcida”, apelando para o ufanismo nacionalista. Mas, como isso não deu em nada — e pior, ressaltou ainda mais a inexpressividade da política externa brasileira na atualidade, ofendeu-se os brios de Dilma e cia (que já não são comedidos), e ela entrou numa de ‘revidar’. Resultado? O país, além de perder prestígio, também está ameaçado de perder importantes divisas de exportações! Duas bolas fora!!

    Maurício,
    Perfeito o seu comentário! Eu assino embaixo!

  4. Mauricio disse:

    Infelizmente nossa presidente se dedica mais ao jogo de cena do que aos assuntos realmente relevantes aos interesse nacionais.
    A atitude tomada em relação ao embaixador é mais um engodo para se mostrar forte e também desviar o foco das mazelas perpetradas por seu partido.
    Quero ver sair dessa D.Dilma

  5. Revoltado disse:

    espero que estejam satisfeitos com essa vagabunda, cínica, ela mesma terrorista, assaltante e matadora, fabricante de armas, posando de patriota, e ferrando com o país, que está na iminência de perder um negócio de milhões, possivelmente gerando desemprego na Embraer.
    E tudo isso por conta de um TRAFICANTE SAFADO.
    Sugiro que façam uma troca, eles devolvem o traficantezinho safado, e a gente manda a Dilma pro lugar dele!!!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *