Início » Internacional » Indonésia identifica destroços do avião desaparecido da AirAsia
Mar de Java

Indonésia identifica destroços do avião desaparecido da AirAsia

Marinha da Indonésia confirmou ter encontrado 40 corpos. Confirmação veio horas após um pescador encontrar destroços do avião

Indonésia identifica destroços do avião desaparecido da AirAsia
Possível destroço do avião da AirAsia (Fonte: Reprodução/AFP)

A Marinha da Indonésia confirmou ter encontrado 40 corpos das vítimas do Airbus A-320-200 da AirAsia, desaparecido desde o último final de semana com 162 pessoas a bordo. De acordo com o órgão, o número corpos recuperados pode subir mais durante as buscas desta tarde.

A recuperação dos corpos ocorre logo após um pescador confirmar ter encontrado destroços do avião. De acordo com a Agência Nacional de Buscas e Resgate da Indonésia, pedaços da porta e de uma rampa de emergência do avião foram localizados a cerca de 10 quilômetros da última posição registrada pelos radares. Equipes foram enviadas ao local para recuperar os destroços.

A mídia local disse que foram identificados coletes salva-vidas e bagagens. O logotipo da empresa aérea AirAsia também teria sido identificado em alguns dos objetos localizados no mar de Java.

O voo QZ-8501 da AirAsia saiu de Surabaia, na Indonésia, com destino a Cingapura. Durante o trajeto, que deveria durar apenas duas horas, o piloto chegou a entrar em contato com a torre de controle e pediu autorização para mudar de altitude por causa de uma tempestade. Pouco depois, o avião sumiu dos radares sem emitir qualquer pedido de socorro.

Fontes:
G1 - Indonésia confirma localização dos destroços de voo da AirAsia

2 Opiniões

  1. Apolonio Prestes disse:

    Ney, teoria da conspiração é uma coisa infantil. Quais foram os aviões brasileiros que cairam? O último que eu lembro foi um da Varig em Paris há uns 30 anos. E teve o da Gol abarroado por um um outro avião na Amazônia, há 5 ou 10 anos. Todos os fatos desses dois desastres são de conhecimento público.

  2. ney disse:

    A imprensa mundial não quer falar a verdade, assim como a imprensa Brasileira não se importa com o conteúdo das caixas pretas das aeronaves Brasileiras acidentadas anos anteriores.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *