Início » Internacional » Indonésia pede respeito às leis do país após execuções
Alvo de críticas

Indonésia pede respeito às leis do país após execuções

Entre os presos executados estão o brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, uma indonésia, um holandês, dois nigerianos e um vietnamita

Indonésia pede respeito às leis do país após execuções
Pedido de respeito foi feito pelo procurador-geral da Indonésia (Fonte: Reprodução/GloboNews)

Após receber críticas pela execução de seis réus, incluindo um brasileiro, na madrugada deste domingo, 18 (tarde de sábado, 17, no Brasil), o governo da Indonésia pediu respeito às leis do país.

Entre os presos executados estão o brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, uma indonésia, um holandês, dois nigerianos e um vietnamita — todos condenados por tráfico de drogas.

“Podemos entender a reação do mundo e dos países que têm cidadãos que foram executados. No entanto, cada país deve respeitar as leis que se aplicam em nosso país”, ressaltou o procurador-geral da Indonésia, Muhammad Prasetyo.

O governo indonésio argumenta que a pena de morte é utilizada como medida dissuasória na luta contra o tráfico de drogas e delitos relacionados com o narcotráfico no país.

A presidente Dilma Rousseff manifestou sua “consternação” e “indignação” após confirmada a execução de Marco Archer. O governo brasileiro chegou a pedir clemência ao governo indonésio, mas não conseguiu reverter a decisão.

Fontes:
G1 - Indonésia pede respeito a suas leis após críticas por causa de execuções

18 Opiniões

  1. Ludwig Von Drake disse:

    Está lá na carta aos romanos, na Bíblia, o livro preferido dos cristãos, que “a pena do pecado é a morte”. Então, a Indonésia está sendo coerente, também, com a doutrina ocidental, quando da a pena apropriada ao pecador.

  2. André Luiz D. Queiroz disse:

    Plinio,
    Na verdade, não há contradição. Os estrangeiros condenados à morte na Indonésia — entre eles os dois brasileiros — o foram por crime de tráfico de drogas (certamente o tipo de crime que não acontece ao calor do momento, mas sim é premedito e motivado pela ganância) e ‘aguardam’ a execução da sentença há 10 anos ou mais. Já a cidadã indonésia Satinah Binti Jumadi Ahmad, uma trabalhadora doméstica, está condenada à morte desde 2010, ou seja, há pouco mais de 4 anos, sob acusação de roubo e morte de seu empregador, um homem de 70 anos. Satinah alega ter sido abusada pelo homem.…Considerando a posição social da condenada na sociedade árabe (mulher, pobre e estrangeira…!), é bem plausível que haja erros processuais em sua condenação (a lei da Arábia Saudita, oriunda do código corânico, prevê a suficiência de 4 testemunhas de acusação para condenar o réu, se não me engano); a família da condenada também se propôs a ‘indenizar’ a família da vítima — a dita “dívida de sangue” — o que é válido segundo a lei saudita.
    Claro, o governo indonésio ‘joga pra torcida’ ao negar a clemência para estrangeiros condenados por tráfico de drogas e ao mesmo tempo tentar salvar uma cidadã indonésia condenada à morte no exterior. Mas, com franqueza, qual governo não agiria assim?
    Mais um detalhe: o método de execução na Indonésia é por fuzilamento, enquanto na Arábia Saudita é por decapitação em praça pública!…

  3. Plinio disse:

    Bem contraditório, matam os dos outros e pedem clemencia para os seus.

  4. jovelino bispo vieira disse:

    Parabens a indonesia, o novo presidente de la ta cumprindo o prometido…TOLERANCIA ZERO AOS TRAFICANTES! diferente daqui aonde esses criminosos mandam em tudo, fazem toque de recolher em bairros,favelas,mesmp de dentro da cadeia coordenam o trafico de drogas e armas,mandam queimar onibus, resumindo FAZEM O QUE BEM ENTENDEM , mas ja que Dilma esta assim tao ” consternada” que tal coibir as drogas la nas fronteiras brasileiras que e por onde passam, a maior parte vem da bolivia ,Dilma /lula / pt podiam pegar pesado com esse indio ditador ao inves de continuar ” bajulando” esse safado

  5. DJALMA P BENTES disse:

    Uma grande perda para a humanidade. Não há nada o que dizer dessa xhnfbgswhk+¨#@

  6. Pedro Rosenblatt disse:

    Acho que cada viajante tem a obrigação de respeitar as leis dos países que ele visita e levar 13 kilos de drogas escondidas numa tabua de surf…. não é bem bagagem pessoal!
    Tem países onde até a corrupção e crime mortal…. logo?

  7. dragaoforte disse:

    A presidente Dilma Rousseff manifestou sua “consternação” e “indignação” após confirmada a execução de Marco Archer….ORA ORA…Dilma deveria ficar consternada com as atitudes de seu governo com relação a nós brasileiros…. tomar vergonha na cara e embrutecer as leis desta casa de “mãe Joana” onde ninguém é responsabilizado por nada … onde o trafico, roubo e corrupção se mostram de forma escancarada!!!!!BANDIDO …TRAFICANTE…CORRUPTO É MELHOR MORTO…Quando nossas cadeias forem custeadas pelos familiares dos detentos….começaremos a entender o que é DEMOCRACIA….

  8. Carlos disse:

    Ele era um traficante de droga que já por diversas vezes tinha ido lá vender. Até que foi apanhado! E no final, temos a nossa politica externa comandada pelo Sr. marco aurélio garcia, uma espécie de Rasputin da política externa do Brasil, um bolchevique/marxista/leninista/stalinista a ditar as regras do Foro de S.Paulo na nossa politica externa e a dilma imbecilmente a concordar, provocando clara ingerência nos assuntos de um pais soberano, independente e com assento na ONU.
    Parabéns Indonésia.

  9. Áureo Ramos de Souza disse:

    Ela não vale nada e também não vale nada continuarmos a repetir seu nome que não vale nada. Para mim ela não é nossa presidente, o que ela é é uma ex-guerrilheira, assaltante que seu próprio ex esposo disse. Vamos tirar esta mulher pessoal que não sabe de nada e enão ver nada igual ao seu comparsa de nove dedo.

  10. thomas toth disse:

    PARABÉNS A INDONÉSIA, PARABÉNS A JOKO WIDODO, por ter aplicado a única terapêutica correta e eficaz, no combate as drogas. Os países que preferem a pena de morte, contra os professores, médicos, engenheiros, profissionais liberais em geral, comerciantes, comerciários, artistas, empresários, estudantes, domésticas e trabalhadores de todas as categorias, praticada por traficantes, com o beneplácito dos governantes, que não ficam indignados com a morte de milhares de pessoas corretas e de famílias destroçadas por causa das drogas; estão indo para o buraco, descendo ladeira abaixo, envolto num mar de lama. Já os países inteligentes, com governantes capazes, como CINGAPURA, que era igual ao Brasil e hoje é o melhor país do mundo, o mais limpo, o mais honesto, o mais seguro, o de maior renda per capita, o de melhor índice em educação, saúde, habitação, transporte, organização, principalmente em portos e aeroportos. Tudo isso, apenas, aplicando a única terapêutica correta e eficaz, no combate as drogas e a corrupção.

  11. Vitafer disse:

    Pobre Presidenta, só opiniões desfavoráveis a ela! Quem sabe ela desperta para uma reorganização deste país de leis frouxas.

  12. ney disse:

    Coitado do pais indonésio, as amizades internacionais valem ouro nestes últimos tempos, depois que coisas ruins acontecerem por lar e não ter ninguém na Otan ou na ONU para se aliar estão ferrados.

    Não se compra briga com pais produtor de alimentos, petróleo e outros recursos como o Brasil, nem com países detentores de tecnologia avançada e de bandeira protestante como a Holanda

  13. jayme endebo disse:

    Ele era meu vizinho, boa praça, mas cometeu um erro num país que tem pena de morte, correu os riscos.
    Quantas pessoas foram salvas com a cocaína apreendida? quantas pessoas deixaram de morrer? não queria que ele fosse morrer fuzilado mas a lei na Indonésia é clara.
    No brasil nós somos muito benevolentes com o crime por isso nosso país tem fama de violento, temo que ser mais duros incluindo a prisão perpétua. Nos EUA o assassino do senador Bob Kennedy (Shiran Bichara Shiran) continua apodrecendo na cadeia desde 1968 e não irá sair pois a perda do senador foi muito maior que a prisão deste criminoso.
    A Dilma tinha que ficar quieta.

  14. Eliahu Feldman disse:

    A Indonésia é um pais organizado, reconhecido pela ONU e quem tem leis draconianas em sua tentativa de conter o trafico e uso de drogas. A pena de morte é discutivel? Sim, mas esta é a lei do pais, e quem se arrisca a tentar contrabandear drogas para este pais deve saber a que está se arriscando.
    A senhora Dilma Roussef tentou dialogar com este pais no sentido de evitar a execução do cidadão brasileiro preso por tráfico de drogas.
    Embora pais reconhecido, e sem nehuma querela religiosa ou politica com quem quer que seja, e nem com sonhos grandiosos de dominio da humanidade sob a lei da Sharia, Dona Dilma não conseguiu nada vezes nada.
    Agora é de se perguntar onde estava a cabeça da dona Dilma quando no seu discurso de abertura na ONU criticou os paises que atacavam o ISIS e propos “Diálogo” para solucionar os problemas com aquela horda selvagem.
    dialogar com quem, ‘Cara-pálida?’ com um bando de fanáticos que entregam nas mãos de um menino de 10 anos uma arma para que ele de um tiro na nuca de dois supostos agentes russos? Ou é ingenuidade demais ou é mesmo burrice da grossa

  15. troiano disse:

    Lá não é igual um outro país que conheço que quando a presidente não gosta da lei, simplesmente a refaz.

  16. Isam disse:

    Cada país tem suas Leis, temos que respeitar sim, quem não quiser se submeter a elas, que não cometam crimes nesses países. Quanto a consternação da besta Dilma, tem que ter pena é dos que ela e seus aliados corruptos matam diariamente por ter roubado dinheiro que poderiam salvar centenas de brasileiros, se tivessem aplicado em saúde, segurança, transporte, etc. CARA DE PAU!

  17. Roberto Henry Ebelt disse:

    A dilma é uma vergonha internacional. Será que essa mulher não um mínimo de vergonha na cara? Só não vê os crimes da petralhada.
    Nunca imaginei que fosse descer ao nível de defender traficantes de drogas.

  18. Apolonio Prestes disse:

    Foram executadas várias pessoas de muitas nacionalidades. E a nossa presidAnta queria que o Papa fosse interceder a favor do brasileiro… Por que ele faria isso?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *