Início » Internacional » Inundações no Peru aumentam risco de doenças
PROBLEMAS DE SAÚDE

Inundações no Peru aumentam risco de doenças

Já foi registrado o primeiro surto de leptospirose por causa da grande quantidade de água acumulada

Inundações no Peru aumentam risco de doenças
Destruição no distrito de Huachipa, a leste de Lima (Fonte: Reprodução/AFP)

As chuvas, inundações e deslizamentos de terra já provocaram 78 mortes no Peru desde janeiro, sendo 30 apenas na última semana, e agora aumentam os riscos de doenças no país, como a leptospirose.

Leia também: Previsão de mais chuvas preocupa autoridades peruanas

O Instituto Nacional de Defesa Civil (Indeci) do Peru informou nesta terça-feira, 21, que já foram registrados 101.104 casos de pessoas que perderam tudo o que tinham e 643.216 que sofreram danos parciais ou menores. Além disso, mais de 141 mil casas foram destruídas.

Em entrevista à rede CNN na última segunda-feira, 20, o presidente peruano, Pedro Pablo Kuczynski, encorajou os países a “trabalharem neste tema do aquecimento global. [Pois] se isto continuar, o Peru será uma prévia do que acontecerá em Miami, Nova Iorque, Ásia, com o aumento [do nível] dos oceanos, os tufões e furacões”.

A água parada em decorrência das cheias pode se tornar foco de infecção e criadouro de mosquitos Aedes Aegypti, que transmitem dengue, zika e chikungunya. No início da semana foi confirmada a morte de uma mulher vítima de dengue. O governo peruano já iniciou campanhas para combater o mosquito nas áreas em situação de emergência sanitária no país.

Já foi registrado o primeiro surto de leptospirose em Olmos e Lambayeque por causa da grande quantidade de água acumulada. A leptospirose é transmitida por meio do contato com água ou lama contaminadas com urina de animais infectados, principalmente roedores.

Fontes:
Uol - Chuvas no Peru deixam 78 mortos e problemas de saúde se aproximam

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *