Início » Internacional » ‘Irã não fará guerra contra nenhuma nação’, diz presidente iraniano
TENSÃO

‘Irã não fará guerra contra nenhuma nação’, diz presidente iraniano

Declaração foi dada após os EUA anunciarem o envio de cerca de mil militares ao Oriente Médio por ‘motivos defensivos’

‘Irã não fará guerra contra nenhuma nação’, diz presidente iraniano
Irã ameaçou romper o limite de reservas de urânio enriquecido estabelecido no acordo nuclear de 2015 (Fonte: Reprodução/@HassanRouhani)

Em discurso transmitido ao vivo pela TV estatal, o presidente do Irã, Hassan Rouhani, disse nesta terça-feira, 18, que “não fará guerra contra nenhuma nação”.

A declaração foi dada após os EUA anunciarem, na última segunda-feira, 17 o envio de cerca de mil militares ao Oriente Médio por “motivos defensivos”.

“Apesar de todos os esforços dos americanos na região, seu desejo de cortar nossos laços com o mundo e de manter o Irã isolado, eles não tiveram sucesso”, afirmou ainda o presidente iraniano, citado pela agência de notícias Reuters.

Também nesta terça, o Irã ameaçou romper o limite de reservas de urânio enriquecido estabelecido no acordo nuclear de 2015.

O anúncio do governo americano de envio de militares ao Oriente Médio foi criticado pelo governo russo, que falou em atitudes que parecem uma tentativa de provocar uma guerra com o Irã.

O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, afirmou que “o que vemos são tentativas intermináveis ​​e contínuas dos EUA de provocar uma pressão política, psicológica, econômica e, sim, militar sobre o Irã, de maneira bastante provocativa […] Essas ações não podem ser avaliadas como algo que não seja um caminho consciente para provocar a guerra”.

O ministro de Relações Exteriores da China, Wang Yi, também reprovou o anúncio do governo americano, afirmou que os EUA “deveriam mudar seus métodos extremados de fazer pressão”, e pediu prudência aos iranianos e que não abandonem o acordo.





Fontes:
G1 - Governo do Irã afirma que não fará guerra com país nenhum

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Roberto Henry Ebelt disse:

    Maldito JIMMY CARTER que deixou a ditamole não muçulmana do Xá da Pérsia cair e esses aiatolás fanáticos instituírem uma teocracia ditatorial neste grande e histórico país. JIMMY se equiparou a KENNEDY que deixou os rebeldes cubanos afundarem nas águas comunistas de la baía de Cochinos em 1961. Dois povos, os sofridos cubanos e os persas, foram entregues à sanha de malucos ditadores descompensados.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *