Início » Internacional » Iraque inicia ofensiva para retomar cidades dominadas pelo Isis
ação militar

Iraque inicia ofensiva para retomar cidades dominadas pelo Isis

Governo iraquiano com apoio da milícia xiita que retomar o controle sobre Tikrit e Mossul, que estão sob poder dos jihadistas

Iraque inicia ofensiva para retomar cidades dominadas pelo Isis
Civis sunitas acusam a milícia xiita de aproveitar o conflito para atacá-los e promover execuções em massa (Foto; Reprodução/Hussein Malla/AP)

As forças armadas iraquianas, apoiadas pela milícia xiita, começaram uma campanha para cercar, controlar e libertar a cidade natal de Saddam Hussein, Tikrit, atualmente dominada pelo grupo radical Estado Islâmico (Isis). As informações foram dadas pelo primeiro-ministro iraquiano, Haidar al-Abadi.

A batalha pelo controle da cidade, que fica na província de Salahuddin, norte de Bagdá, já estava para ser iniciada há algum tempo. O conflito promete ser um ensaio para a grande ofensiva da coalizão internacional para retomar o controle de Mossul, segunda maior cidade do Iraque, que está em posse dos terroristas desde junho de 2014.

O maior desafio do governo iraquiano será retirar os jihadistas das duas cidades, sem causar danos aos sunitas locais que não estão colaborando com o Isis.

“Nosso objetivo é libertar as pessoas desses grupos terroristas”, disse Haidar al-Abadi, em um discurso feito na cidade de Samarra, a 125 km de Bagdá, onde no último sábado, 28, ocorreram dois ataques suicidas do Isis.

Nas últimas semanas cresceu o número de denúncias de ataques das milícias xiitas aos sunitas civis, incluindo acusações de execuções em massa, enquanto elas lutam para retomar o controle de cidades e vilarejos sob o domínio do Isis. Membros da comunidade sunita afirmam sentirem-se abandonados pelo governo durante a disputa com o grupo jihadista.

Entenda a separação entre sunitas e xiitas

A origem dos dois grupos que dividem a religião islâmica remete à época de sua expansão. No ano de 632, após a morte do profeta Maomé, iniciou-se uma disputa para saber quem seria o próximo profeta a guiar os fiéis islâmicos. Os dois grupos disputam a liderança política do Iraque.

Os xiitas representam a minoria da religião que defende preceitos mais rígidos e apoiava que a linhagem de Maomé deveria seguir como califa do islamismo. São comumente associados aos grupos terroristas por serem mais radicais, mas existem extremistas nos dois grupos. Os sunitas são mais conciliatórios e acreditam que o Suna e o Alcorão, são suficientes para guiar os fiéis islâmicos.

O Estado Islâmico é um grupo de radicais sunitas que atacou partes da Síria e do Iraque para criar um califado de seu grupo religioso na região. O Iraque é hoje controlado por um governo xiita com apoio dos EUA, o que desagrada a maioria sunita do país que quer mais participação política, como era na época que Saddam Hussein governava o país.

Fontes:
Guardian-Iraq begins assault on Islamic State strongholds north of Baghdad

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *