Início » Internacional » Israel bane uso de detectores de metal na Esplanada das Mesquitas
JERUSALÉM

Israel bane uso de detectores de metal na Esplanada das Mesquitas

Governo israelense vai substituir revista com detectores de metais no local por métodos menos obstrutivos. Medida visa acalmar a tensão entre judeus e muçulmanos

Israel bane uso de detectores de metal na Esplanada das Mesquitas
Local é sagrado tanto para judeus quanto para islâmicos (Foto: Wikimedia/Andrew Shiva)

Nesta terça-feira, 25, o governo israelense decidiu substituir o uso dos detectores de metal nos acessos à Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém, por meios de segurança menos obstrutivos e mais inteligentes.

O gabinete do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou que acatou “a recomendação de todos os órgãos de segurança para trocar a inspeção com detectores de metais por uma verificação baseada em tecnologias mais avançadas e outros métodos”.

O país havia instalado os detectores de metais na Esplanada das Mesquitas depois que dois policiais israelenses morreram em um ataque em 14 de julho. Desde então confrontos entre manifestantes e forças de segurança israelenses já deixaram cinco mortos e dezenas de feridos.

A ONU advertiu que a crise deveria ser resolvida antes de sexta-feira. “O perigo no terreno aumentará se entrarmos em outro ciclo de orações [muçulmana] de sexta-feira sem uma resolução à crise atual”, disse o emissário da ONU para o Oriente Médio, Nickolay Maledenov.

Para entender qual o problema de detectores de metais no local, é preciso saber a importância da Esplanada das Mesquitas (também conhecida pelos judeus como Monte do Templo). Na região, há a Mesquita de Al Aqsa e o Domo da Rocha, que é o terceiro lugar mais sagrado do islã. Os judeus, por sua vez, consideram este local como o mais sagrado de todos, onde também está o Muro das Lamentações.

Atualmente, não muçulmanos podem entrar no local, mas não podem rezar. Nos últimos tempos, contudo, centenas de judeus rezam em hebraico escondido, alguns chegam a fingir que estão falando no celular, até serem expulsos por policiais.

Logo, os palestinos interpretavam a instalação de detectores de metais como uma estratégia de Israel para reforçar seu controle sobre o local e mudar esse “status quo”, de que judeus podem entrar, mas não podem rezar. Retirar os detectores de metais é uma forma de acalmar a tensão entre Israel e o mundo islâmico.

Fontes:
G1-Israel vai substituir detectores de metal na Esplanada das Mesquitas por meios de segurança menos obstrutivos
Uol-Após onda de violência, Israel suspende uso de detectores de metais na Esplanada das Mesquitas
Terra-Israel vai substituir detectores de metal em Jerusalém por meios de segurança menos obstrutivos
O Globo-Luta de judeus para rezar no Monte do Templo pressiona governo de Israel e irrita muçulmanos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *