Início » Internacional » Israel bombardeia alvos iranianos na Síria
RETALIAÇÃO

Israel bombardeia alvos iranianos na Síria

Exército israelense afirmou que mísseis foram lançados em represália a um ataque iraniano com foguetes contra Golã

Israel bombardeia alvos iranianos na Síria
Episódio marca a escalada na tensão entre Israel e Irã (Fonte: Reprodução/DW/AP Photo)

O Exército de Israel lançou pelo menos 70 mísseis na madrugada desta quinta-feira, 10, contra alvos iranianos na Síria. De acordo com o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), o ataque deixou pelo menos 23 mortos, sendo cinco membros das forças regulares da Síria e 18 efetivos sírios e estrangeiros.

De acordo com o Exército israelense, os mísseis foram lançados em represália a um ataque iraniano com foguetes contra o lado da Colina de Golã que é ocupado e anexado por Israel. Neste episódio, ainda segundo o Exército israelense, foram disparados 20 mísseis, sendo que quatro foram interceptados e os outros 16 falharam.

O episódio marca a escalada na tensão entre Israel e Irã desde que o presidente americano, Donald Trump, anunciou que os EUA iriam romper o acordo nuclear assinado com o Irã e potências ocidentais em 2015.

O Ministério da Defesa da Rússia, que é aliada da Síria, informou que o Exército de Israel utilizou 28 aviões para disparar pelo menos 70 mísseis contra infraestruturas do Irã em território sírio na madrugada desta quinta. Ainda de acordo com o ministério russo, metade dos mísseis foi interceptada pelo sistema de defesa antiaéreo.

O OSDH informou também que um bombardeio atribuído a Israel em uma área próxima à capital Damasco na noite da última terça-feira, 8, resultou na morte de 15 combatentes estrangeiros leais ao regime sírio.

Fontes:
G1 - Ataque de Israel em resposta a mísseis iranianos deixou mais de 20 mortos na Síria

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. jan disse:

    Porque o O&N inverte a manchete original?
    A noticia é que Israel foi atacado e respondeu aos ataques.
    Dizer que Israel ataca na manchete, e só no texto dar uma explicação mostra na equipe do O&N uma tendencia perigosa na interpretação dos fatos.
    Sugiro mais atenção.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *