Início » Internacional » Israel endurece penas para atos de revolta
Tensão em Jerusalém

Israel endurece penas para atos de revolta

Primeiro-ministro israelense diz que medidas visam ‘restabelecer a calma e a segurança em toda Jerusalém’

Israel endurece penas para atos de revolta
Homem mascarado lança pedra contra forças de segurança israelenses em Jerusalém (Fonte: Reprodução/AFP)

Em meio a uma escalada da tensão em Jerusalém, o governo israelense aprovou neste domingo, 2, penas mais duras para atos de revolta.

Leia mais: Esplanada das Mesquitas é reaberta com restrições

Quem atirar pedras ou bombas incendiárias agora poderá ser punido com até 20 anos de prisão.

O aumento da tensão em Jerusalém foi impulsionada pelas visitas de judeus radicais à Esplanada das Mesquitas.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, ressaltou que o endurecimento das penas “tem como objetivo restabelecer a calma e a segurança em toda Jerusalém”.

Fontes:
G1 - Israel aprova pena de 20 anos para pessoas que lançarem pedras

1 Opinião

  1. jayme endebo disse:

    Tem que avisar aos mandantes que pedras matam tanto quanto balas, portanto crime a ser punido.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *