Início » Internacional » Israelense morre após disparo de foguetes em Gaza
430 DISPAROS EM 24 HORAS

Israelense morre após disparo de foguetes em Gaza

Os primeiros disparos aconteceram na sexta-feira, 3. Em meio ao caos, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu reforçou a fronteira com tanques e tropas

Israelense morre após disparo de foguetes em Gaza
O exército israelense culpou o Hamas pelas mortes (Foto: Twitter/RizikAbo)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

De acordo com as Forças de Defesa de Israel (IDF, sigla em inglês), 430 foguetes foram lançados contra o Israel nas últimas 24 horas. Devido aos ataques, pessoas ficaram gravemente feridas na cidade de Ashkelon, dentre eles, um israelense de 60 anos, identificado como Moshe Agadi, que morreu em um hospital em decorrência dos ferimentos

A IDF afirmou ter atingido “alvos terroristas”, incluindo as fábricas de armas do Hamas e a Jihad Islâmica Palestina (PIJ, em inglês), além de um centro de treinamento e o comando da PIJ em uma mesquita. Após os ataques, a PIJ anunciou a morte de dois de seus membros.

Segundo o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, as forças armadas irão continuar com os “ataques em massa contra elementos terroristas na Faixa de Gaza”, e a fronteira será reforçada “com tanques, artilharia e tropas”.

Após os disparos, Forças de Defesa de Israel bombardearam plataformas de lançamentos de foguetes e instalações da Faixa de Gaza. Segundo autoridades, pelo menos quatro pessoas morreram desde o início do bombardeio. O exército israelense culpou o Hamas pelas mortes.

Os lançamentos de foguetes na região se iniciaram na última sexta-feira, 3, ferindo soldados israelenses.

Fontes:
G1-Israelense morre após disparo de foguete de Gaza; 430 foram disparados nas últimas 24 h, afirma Israel

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Myrna Herzog disse:

    É bem estranha a maneira pela qual esta notícia é dada.
    “Israelense morre após disparo de foguetes em Gaza”.
    O Israelense não morreu após disparo, ele foi morto pelos foguetes lançados pelo Hamas a partir de Gaza contra Israel. Foram mais de 600 foguetes, e ele não foi a única vítima.

    Ou seja, a verdadeira notícia é: Hamas dispara 600 foguetes contra Israel a partir de Gaza, atinge Ashdod e Rehovot, fazendo vítimas.

    Opinião e Notícia, francamente… é triste quando a opinião pré-existente transmite a notícia de forma capciosa.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *