Início » Internacional » Itália volta atrás e diz que vai resgatar imigrantes
CRISE MIGRATÓRIA

Itália volta atrás e diz que vai resgatar imigrantes

Ministro do Interior italiano havia impedido a entrada do barco no país

Itália volta atrás e diz que vai resgatar imigrantes
No início do mês, Salvini havia prometido não deixar que barcos de ONGs humanitárias desembarcassem no país (Foto: Mission Lifeline/Hermine Poshmamm)

A Itália voltou atrás em relação à proibição da entrada do barco Lifeline no porto italiano. O governo afirmou que vai resgatar os 226 imigrantes, antes de confiscar a embarcação.

O ministro do Interior, Matteo Silvani, da Liga, havia dito que o barco deveria ter ido para Holanda. Horas depois, o ministro de Transportes, Danilo Toninelli, do Movimento Cinco Estrelas, disse que a viagem não seria segura por ter tantas pessoas em um barco de apenas 32 metros.

Apesar de o barco ter bandeira holandesa, ele pertence a uma organização humanitária alemã. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores disse que a Holanda não tem responsabilidade sobre os migrantes resgatados. “Eles têm um barco de bandeira holandesa, mas não estão registrados na Holanda e, portanto, não estão sob responsabilidade do Estado holandês”, disse.

No início do mês, Salvini havia prometido não deixar que barcos de ONGs humanitárias desembarcassem no país. Na época, o barco Aquarius, dos Médicos sem Fronteiras, ficou paralisado por dias, até a Espanha oferecer abrigo aos 630 migrantes a bordo.

Relembre o caso:

A Mission Lifeline, organização sediada em Dresden, na Alemanha, retirou migrantes de dois botes em águas internacionais, apesar de a Itália ter informado que a Guarda Costeira líbia iria buscá-los. “Não queríamos esperar pela guarda costeira líbia porque as pessoas estavam em perigo. Esperar pelas autoridades líbias teria constituído uma transferência ilegal de refugiados para um país onde eles não estão seguros”, disse Axel Steier, porta-voz da Lifeline.

“Vocês resolveram não escutar as autoridades italianas ou líbias. Tudo bem. Então levem essa carga de seres humanos para a Holanda”, disse Salvini em vídeo.

 

Fontes:
O Globo-Itália volta atrás e diz que vai resgatar barco com 226 imigrantes antes de confiscá-lo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *