Início » Internacional » Japão atinge menor taxa de natalidade desde 1899
DECLÍNIO POPULACIONAL

Japão atinge menor taxa de natalidade desde 1899

Número de nascimentos em 2018 no país caiu para 918.397, uma queda de 27.668 em relação ao declínio recorde registrado em 2017

Japão atinge menor taxa de natalidade desde 1899
Enquanto o declínio populacional se agrava, a população do país envelhece (Foto: PxHere)

A taxa de natalidade do Japão atingiu seu menor nível desde o início dos registros, em 1899. O número de nascimentos no ano passado caiu para 918.397 – uma queda de 27.668 desde o recorde anterior, em 2017.

De acordo com o jornal Asahi Shimbun, o número de nascimentos era de aproximadamente 2,7 milhões no final da década de 1940.

Os últimos números divulgados pelo governo japonês mostraram que o declínio da população do país – o número de mortes e menos nascimentos – totalizou 444.085, o que foi pior do que a maior queda anterior em 2017.

A taxa de fertilidade – o número médio de filhos que uma mulher poderá ter em sua vida – também diminuiu pelo terceiro ano consecutivo, para 1,42%. O percentual necessário para manter a população é de 2,07%.

O governo estabeleceu a meta de atingir 1,8% para a “taxa de natalidade desejada”, que diminuiu depois que as pessoas começaram a se casar tarde ou a não se casar.

Em 2018, 586.438 casais se casaram, registrando uma queda de 20.428 em relação ao ano anterior, sendo considerado o menor número desde o final da Segunda Guerra Mundial.

Um funcionário do ministério disse que “as condições econômicas e a dificuldade de gerenciar simultaneamente tanto o trabalho quanto a criação dos filhos são consideradas as principais razões por trás do declínio das taxas de natalidade. Precisamos promover políticas para criar um ambiente onde as pessoas que querem ter filhos possam ter filhos e criá-los à vontade”.

Enquanto o declínio populacional segue em ritmo acelerado, a população do país envelhece. Pessoas com 65 anos ou mais representavam 28,5% da população, que era de aproximadamente 124,22 milhões em 1° de outubro de 2018.

Fontes:
Independent - Japan’s birth rate hits lowest level since records began in 1899

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Almanakut Brasil disse:

    Aquela música sertaneja brasileira que diz que o homem nasce, cresce, fica bobo e casa está fazendo muito sucesso por lá.

  2. Paulo oliveira disse:

    Atualmente a população do planeta terra é tão numerosa quanto as estrelas do céu, resultado da promessa de DEUS a Israel.
    É aconselhável para o Japão seguir ao DEUS Único e verdadeiro por meio de Jesus Cristo, para receber a salvação de seus Filhos e do seu povo.

  3. Tiburcius disse:

    Os japoneses estão abrindo os olhos. Mulheres hipergâmicas que querem homens que ganhem bem para sustentá-las sem dar nada em troca. O homem tem que se matar trabalhando e ainda entregar o dinheiro que ganha para a mulher “gerenciar”. Melhor ficar solteiro mesmo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *