Início » Internacional » Japão pode despejar água radioativa no Oceano Pacífico
FUKUSHIMA

Japão pode despejar água radioativa no Oceano Pacífico

Governo japonês vai estudar alternativas para lidar com água contaminada proveniente da usina de Fukushima. Espaço para armazenamento acabará em 2022

Japão pode despejar água radioativa no Oceano Pacífico
Mais de 1 milhão de água contaminada está armazenada (Foto: Greg Webb/AIEA)

O Japão pode despejar água radioativa da usina nuclear de Fukushima no Oceano Pacífico até o verão de 2022. A afirmação foi feita pelo ministro do Meio Ambiente japonês, Yoshiaki Harada, nesta terça-feira, 10.

Para o ministro, essa é a “única opção” para lidar com o excesso de água contaminada resultante do acidente nuclear de 2011. Mais de 1 milhão de água radioativa está armazenada, mas a Tokyo Electric Power (Tepco), responsável pela usina, diz que ficará sem espaço até 2022.

Apesar da afirmação do ministro, o governo japonês ainda deve debater possíveis alternativas para lidar com o problema. O governo ainda aguarda relatórios de especialistas. Outras opções incluem vaporizar a água ou armazenar em terra por um período.

Descartar a água contaminada no oceano pode irritar os pescadores locais, que já se posicionaram contra a alternativa. Ademais, pode aumentar ainda mais a tensão com a Coreia do Sul, que também já manifestou preocupação, visto que também é banhada pelo Oceano Pacífico.

O governo japonês já gastou cerca de US$ 321 milhões para construir uma parede subterrânea para tentar frear o fluxo da água, impedindo que o líquido chegasse até os prédios danificados pelo reator. No entanto, o muro apenas reduziu o ritmo de 500 toneladas para 100 toneladas por dia.

O reator da Usina Nuclear de Fukushima Daiichi colapsou em 2011 depois que o local foi atingido por um terremoto seguido de maremoto. Desde então, o Japão tenta lidar com os problemas referentes à radioatividade.

No próximo ano, Tóquio, a capital do Japão, vai sediar as Olimpíadas 2020. Apesar da distância para Fukushima, a tendência é que a comunidade internacional passe a pressionar os japoneses para que o problema na usina nuclear seja solucionado.

Leia também: Combustível nuclear começa a ser retirado de reator de Fukushima
Leia também: Residentes começam a retornar à cidade próxima de Fukushima
Leia também: Greenpeace denuncia alta radiação em áreas de Fukushima

Fontes:
The Guardian-Fukushima: Japan will have to dump radioactive water into Pacific, minister says
CNN-Japan may have to dump radioactive Fukushima water into the ocean because it's out of storage space

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *