Início » Internacional » Jornalista do ‘Post’ acusado de espionagem será julgado no Irã
justiça iraniana

Jornalista do ‘Post’ acusado de espionagem será julgado no Irã

O jornalista Jason Rezaian é acusado de pela Justiça iraniana de espionagem e de ter colaborado com governo hostis contra o Irã

Jornalista do ‘Post’ acusado de espionagem será julgado no Irã
Rezaian é acusado de reunir informações sobre a política interna e externa do país e fornecê-las a pessoas com intenções hostis contra o Irã (Reprodução/Post)

Detido há nove meses no Irã, Jason Rezaian, correspondente do Washington Post, será julgado pela Justiça do país por espionagem e colaboração com governo hostis e propagação de ideias contra o establishment. As informações foram dada pela advogada de Rezaian, Leyla Ahsan, que está em Teerã acompanhando o caso.

Rezaian foi preso em 22 de julho de 2014 em sua residência em Teerã. De acordo com o processo, o jornalista reuniu informações sobre a política interna e externa do país a as forneceu a pessoas com intenções hostis contra o Irã. A acusação diz que o jornalista escreveu para o presidente americano Barack Obama, como exemplo de sua suposta colaboração com um “governo hostil”.

Segundo Ahsan, as acusações contra seu cliente são baseadas em provas infundadas. “Jason é um jornalista e a natureza da sua profissão é reunir e divulgar informações. Porém, ele nunca teve acesso nem compartilhou informações confidenciais com ninguém”.

Para Martin Baron, editor chefe do Post, as acusações contra Rezaian são “absurdas e ofensivas”. “É desprezível a Justiça iraniana afirmar que o trabalho de Rezaian, primeiro como jornalista freelance e depois como correspondente do Post em Teerã, represente espionagem ou configure ameaça à segurança do Irã”.

Fontes:
The Washington Post-Post reporter jailed in Iran faces 4 charges including espionage

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *