Início » Cultura » Esportes » Joseph Blatter queria a Copa de 2022 nos EUA, não no Catar
CORRUPÇÃO NA FIFA

Joseph Blatter queria a Copa de 2022 nos EUA, não no Catar

Blatter afirmou que o ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy, convenceu Michel Platini a fazer campanha na UEFA para a Copa de 2022 ser realizada no Catar

Joseph Blatter queria a Copa de 2022 nos EUA, não no Catar
Blatter gostaria que 'as duas maiores potências políticas' realizassem as próximas duas Copas (Foto: Wikipedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em entrevista à agência russa TASS, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, revelou que planejava realizar a Copa do Mundo de 2022 nos Estados Unidos, e não no Catar. De acordo com o porta-voz do presidente, Klaus Stoehlker, o desejo de Blatter de que “as duas maiores potências políticas” – Rússia e EUA – realizassem as Copas de 2018 e 2022 não foi “uma decisão pré-arranjada”. “Isso era a proposta dele (Blatter), e, claro, isso foi para o voto no comitê executivo (da Fifa)”, explicou Stoehlker.

De acordo com Blatter, o que teria mudado a decisão sobre o Mundial de 2022 foi a reunião entre o ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy, e o príncipe do Catar, Tamim bin Hamad al Thani. Após o encontro, Sarkozy teria convencido o presidente da UEFA, Michel Platini, a fazer campanha pela candidatura do país do Oriente Médio.

“Tivemos uma discussão sobre a Copa do Mundo e então fomos para uma decisão dupla. Houve uma eleição com voto secreto. Quatro votos da Europa deixaram os EUA. Se os EUA recebessem a Copa, nós falaríamos somente sobre a maravilhosa Copa de 2018 na Rússia, e não sobre nenhum problema na Fifa”, disse Blatter.

Desde 27 de maio a Fifa está envolvida no maior escândalo da história da entidade, quando sete dirigentes foram presos em Zurique. Ao todo, 14 autoridades do futebol e executivos de marketing esportivo foram indiciados nos Estados Unidos por corrupção, lavagem de dinheiro e fraude numa investigação conduzida pelo FBI. Entre os presos, está o ex-presidente da CBF, José Maria Marin.

Joseph Blatter foi suspenso provisoriamente pelo Comitê de Ética da Fifa por 90 dias e, atualmente, está afastado da presidência da entidade. Platini também cumpre suspensão imposta pela Fifa, devido a acusações de que Blatter teria pago propina de US$ 2 milhões para o francês, que é seu principal oponente nas eleições presidenciais da Fifa.

Fontes:
Foreign Policy-FIFA Chief: U.S., Not Qatar, Was Supposed to Get 2022 World Cup
O Globo-Fifa queria Copa na Rússia em 2018 e nos EUA em 2022

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site