Início » Internacional » Jovem é presa por caminhar de saia curta na Arábia Saudita
VÍDEO POLÊMICO

Jovem é presa por caminhar de saia curta na Arábia Saudita

Jovem saudita causou furor no país ao postar nas redes sociais um vídeo no qual aparece caminhando de saia e blusa curta em um local histórico

Jovem é presa por caminhar de saia curta na Arábia Saudita
Jovem acabou sendo presa pela polícia religiosa (Foto: Twitter)

Uma jovem saudita postou um vídeo nas redes sociais que está causando furor na internet. A polêmica é que a mulher, cujo nome de usuário nas redes sociais é “Khulood”, está vestida com uma saia acima do joelho e uma blusa cropped (que deixa uma parte da barriga de fora) enquanto caminha por um local histórico do país.

Segundo a TV estatal Al Ekhbariya, a mulher foi presa nesta terça-feira, 18, pela polícia religiosa do país, acusada de usar “roupas sugestivas”.

A Arábia Saudita tem regras rigorosas em relação às mulheres e o código de vestimenta está entre elas. Para sair em público, as mulheres devem usar o “abaya” (uma espécie de vestido preto com mangas compridas) e, se forem muçulmanas, devem usar o véu. Apesar das estrangeiras normalmente estarem isentas das regras, e algumas sauditas encontrarem maneiras de deixar as regras de lado, muitos conservadores religiosos prezam pelo código.

No vídeo, originalmente postado no Snapchat, a jovem caminha no forte do patrimônio histórico de Ushayquir, na província de Najd, 155 km ao norte da capital Riad. A região é uma das mais conservadoras do país.

Nas redes sociais, os internautas se dividiram sobre a atitude da mulher. Enquanto uns elogiaram a coragem dela, outros pediram que ela fosse punida por infringir as regras. “O retorno da haia [polícia religiosa] aqui é uma obrigação”, escreveu o jornalista Khaled Zidan. Outro usuário comparou a situação com a o uso do “niqab” (véu que cobre o rosto) na França. “Devemos respeitar as leis do país. Na França, o niqab é proibido e as mulheres são multadas se usá-lo. Na Arábia Saudita, usar abayas e roupas decentes é parte das leis do reino”.

Em contrapartida, o escritor e filósofo Wael al-Gassim defendeu a mulher. “Pensei que ela havia matado alguém. O mote da polêmica foi a roupa dela, que eles não gostaram. Fico me perguntando como a Visão 2030 [programa de reformas do príncipe herdeiro Mohammed bin Salman] pode prosperar se ela for presa”.

Durante a visita de Donald Trump à Arábia Saudita, em maio, sua filha Ivanka e a primeira-dama Melania não usaram véu nem abayas. Na época do governo Obama, Trump havia criticado Michelle Obama por não usar o véu durante a visita. Usuários chegaram a fazer uma montagem da mulher de saia curta com o rosto de Ivanka, dizendo “agora o problema está resolvido”.

Fontes:
The Washington Post-Saudi woman who wore skirt in viral video has been arrested, state television reports
O Globo-Jovem anda de saia curta na Arábia Saudita, e conservadores pedem prisão
CNN-Melania Trump gets rave reviews in Saudi press
BBC-Vídeo de mulher de minissaia caminhando em local histórico causa furor e investigação na Arábia Saudita

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Markut disse:

    Só Freud explica esse machismo medieval. Aliás, Freud teria que explicar o machismo , de modo geral, pois ele se manifesta das mais variadas formas, pelo mundo afora.

  2. Lucinda Telles disse:

    Observar os usos e costumes de uma sociedade é um sinal de respeito recíproco, por isso vestimos a roupa que está no convite quando vamos a festas, e esperamos que os nossos convidados façam o mesmo. Mas tem gente que tem muita dificuldade com isso. No fundo são anti-sociais.

  3. Lucinda Telles disse:

    Não entendo o feminismo. As feministas é que ficam afirmando o tempo todo que a sociedade é machista. Deviam mudar a estratégia e apenas afirmar a “feminilidade”, mas elas acham que isso também é “machismo”. Não existe nada mais machista do que o feminismo. Nem Freud explica.

  4. Valdy Gonçalves disse:

    Quando vamos á casa de alguém devemos respeitar os costumes daquele lugar.
    Uma sociedade sem regras não sobrevive.
    Não cabe a nós julgar as leis e os costumes de outras culturas, nem debochar das suas práticas.
    Aqui no Brasil também temos leis e costumes que nem todos concordam, mas que somos obrigado a cumprir…
    a) Sustentamos parlamentares corruptos;
    b) Descontam todo mês dos nossos salários a contribuição para o INSS, mas não temos direito à saúde pública;
    c) Somos obrigados a votas, etc.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *