Início » Internacional » Justiça do Equador decreta prisão preventiva de Rafael Correa
EX-PRESIDENTE

Justiça do Equador decreta prisão preventiva de Rafael Correa

Juíza acatou pedido feito pelo MP equatoriano

Justiça do Equador decreta prisão preventiva de Rafael Correa
Rafael Correa diz que é vítima de perseguição política (Fonte: Reprodução/Marcello Casal Jr/Arquivo/Agência Brasil)

A Justiça do Equador acatou pedido feito pelo Ministério Público equatoriano e determinou nesta quinta-feira, 8, a prisão preventiva do ex-presidente Rafael Correa.

O pedido de prisão é baseado no suposto envolvimento de Correa em caso de suborno para concessão de contratos com o Estado.

A procuradora-geral do Estado, Diana Salazar, investiga um esquema chamado “Subornos 2012-2016 (ex-Arroz Verde). Além de Correa, outros ex-integrantes do seu governo (2007-2017) estão supostamente envolvidos no esquema.

O Ministério Público equatoriano considera que houve a prática dos crimes de suborno, associação ilícita e tráfico de influência para supostamente financiar de forma irregular o movimento político Alianza País, que era liderado por Corrêa até 2017.

A juíza Daniella Camacho considerou que a prisão preventiva do ex-presidente Rafael Correa é apropriada diante da impossibilidade de decretar outras medidas que garantam a sua presença nos tribunais, uma vez que Correa mora na Bélgica desde 2017.

Rafael Correa diz que é vítima de perseguição política e se recusa a voltar ao Equador.

A decisão da Justiça equatoriana também se aplica ao ex-vice-presidente Jorge Glas, que já está preso há quase dois anos. Ele cumpre pena de seis anos de prisão por associação ilegal em caso envolvendo a Odebrecht.

O ex-secretário da Água Walter Solís e o ex-secretário da Administração Vinicio Alvarado e o ex-assessor Yamil Massuh também estão envolvidos no caso “Subornos 2012-2016”.

Fontes:
EBC - Tribunal do Equador determina prisão preventiva de ex-presidente

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *