Início » Internacional » Kim Jong-un cumpre promessa e devolve restos mortais de soldados americanos
REPATRIAÇÃO

Kim Jong-un cumpre promessa e devolve restos mortais de soldados americanos

Em sua conta no Twitter, Donald Trump agradeceu o líder norte-coreano

Kim Jong-un cumpre promessa e devolve restos mortais de soldados americanos
Kim Jong-un e Donald Trump durante encontro no mês passado (Fonte: Reprodução/Wikimedia Commons)

A Coreia do Norte entregou nesta quinta-feira, 26, os restos mortais de soldados americanos que morreram durante a Guerra da Coreia, entre 1950 e 1953. A informação foi confirmada pelo governo dos EUA.

O número de soldados, no entanto, não foi especificado. A medida foi uma promessa feita pelo líder norte-coreano, Kim Jong-un, durante a Cúpula de Singapura, realizada em junho.

De acordo com o governo americano, um avião da Força Aérea dos EUA recolheu 55 caixas com restos mortais dos soldados na Coreia do Norte e posteriormente seguiu para uma base aérea na Coreia do Sul, onde peritos irão fazer uma análise preliminar durante os próximos cinco dias.

A cerimônia oficial de repatriação dos restos mortais dos soldados americanos irá ocorrer na próxima quarta-feira, 1º. Todo o material entregue por Pyongyang será então levado para um laboratório do Pentágono em uma tentativa de identificar os restos mortais.

Em comunicado, a Casa Branca ressaltou que se trata de “um primeiro passo significativo para reiniciar a repatriação dos restos mortais”, assim como as operações de busca dos 5,3 mil soldados que morreram na Guerra da Coreia.

“Hoje, Kim Jong-un cumpre parte do compromisso que assumiu com o presidente [Donald Trump] de devolver a nossos soldados mortos. Somos encorajados pelas ações da Coreia do Norte e pela mudança positiva”, diz o comunicado.

Em sua conta no Twitter, Trump agradeceu o líder norte-coreano: “Depois de tantos anos, esse será um importante momento para muitas famílias. Obrigado, Kim Jong-un”.

Fontes:
G1 - Coreia do Norte devolve restos mortais de soldados dos EUA que lutaram na Guerra da Coreia

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *