Início » Internacional » Líder do maior movimento anti-islã da Europa posa de Hitler em rede social
Polêmica

Líder do maior movimento anti-islã da Europa posa de Hitler em rede social

Lutz Bachmann divulgou uma foto imitando Hitler no Facebook. Imagem acirrou a discussão sobre as intenções da extrema-direita alemã

Líder do maior movimento anti-islã da Europa posa de Hitler em rede social
Bachmann afirmou que a foto foi tirada em uma barbearia e trata-se de uma brincadeira (Reprodução/Facebook )

Lutz Bachmann, líder do maior movimento anti-islâmico da Europa, causou polêmica ao postar em seu Facebook uma foto com o penteado e o bigode de Hitler. A foto foi publicada nesta quarta-feira, 21, na capa do jornal Bild, o tabloide mais popular da Alemanha.

A imagem acirrou a discussão sobre as intenções da extrema-direita alemã e do movimento Pegida, cujo nome é uma sigla alemã para “Europeus Patriotas contra a Islamização do Ocidente”.

Bachmann afirmou que a foto foi tirada em uma barbearia e trata-se de uma brincadeira com o livro “Er Ist Wieder ” (“Ele está de volta”, em alemão). Escrito por Timur Vermes, o livro é uma comédia sobre Hitler voltando da morte em uma Berlim moderna. “Foi uma brincadeira. É preciso rir de si mesmo às vezes”, disse Bachmann ao Bild.

O Pegida é conhecido por organizar protestos em Dresden contra o Islã na Europa. As marchas costumam reunir dezenas de milhares e aumentam o temor do retorno da extrema-direita alemã.

Apesar disso, Bachmann garante que o Pegida é um movimento moderado. “Somos pessoas normais. Os ‘loucos radicais de direita’ são apenas 1% do Pegida e não são bem-vindos no movimento”, disse Bachmann em uma recentemente ao jornal Financial Times.

Fontes:
Financial Times-German populist party leader photographed with Hitler moustache

1 Opinião

  1. ney disse:

    E, dai, não vejo nenhum problema, é a liberdade de expressão concretizada.

    Se ele aparece-se vestido de papa, a impressa daria enfase?

    Mais o papa no passado assinou varias bulas “papais” ordenando a execução de inocentes como Lutero,

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *