Início » Internacional » Lula e Sarkozy se encontram nesta terça
Relações internacionais

Lula e Sarkozy se encontram nesta terça

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Os presidentes Lula e Nicolas Sarkozy, da França, se reúnem hoje em São Jorge do Oiapoque, na Guiana Francesa, para discutir acordos de cooperação nas áreas ambiental, militar, nuclear e de infra-estrutura.

Também está na pauta a rodada comercial de Doha e a redução dos subsídios agrícolas dos países desenvolvidos. Os dois presidentes devem discutir, ainda, acordos de defesa na Amazônia e projetos de inovação tecnológica.

 

Fontes:
O Estado de S. Paulo - Lula reúne-se hoje com Sarkozy na Guiana Francesa

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. EDVALDOTAVARES disse:

    ENCONTRO ENTRE BRASIL E FRANÇA EM SAINT GEORGES, GUIANA FRANCESA, TEM QUE SER ACOMPANHADO DE PERTO. Este é um encontro que está acontecendo entre os presidentes Lula e Sarkozy nesta cidade da Guiana Francesa, na margem esquerda do rio Oiapoque – mais acima, na margem direita do rio, no lado brasileiro, está a cidade do Oiapoque. Esperamos que estes acordos estabelecidos entre os dois países possam gerar benefícios mútuos. Alguns amigos meus, militares, manifestam dúvidas quanto as assinaturas de cooperação nas áreas: militar, nuclear, infra-estrutura e ambiental. Tendo sobre a mesa compêndios históricos que relatam as invasões francesas no Rio de Janeiro, quando, na época, na derrota francesa, os invasores foram cruelmente massacrados – fato não bem digerido pela França. Fracassada a fundação da França Antártica, dirigiram-se para o norte do BRASIL, acalentando o sonho de fundar a França Austral. Os meus amigos militares, embora eu diga ser favorável aos acordos entre os dois países, folheando os volumosos tomos de História do BRASIL, param na página onde está registrado mais um fracasso francês e, um deles enfaticamente diz: "A França Austral também foi para o espaço!" Um, meu amigo mais íntimo, se vira para mim e de forma direta me interroga: "Cara! Você acredita que eles engoliram a questão do Oiapoque?" Aí eu me lembro que a França queria uma grande fatia do Estado do Amapá até o rio Araguarí – o Tratado de Utrecht selou mais um fracasso da França em retirar mais um pedaço do território brasileiro. Embora eu manifeste uma atitude otimista quanto ao aprofundamento da amizade entre BRASIL e França e a escapada da tutela dos USA, os meus amigos militares ainda continuam desconfiados. Alegam descrença em relação a França por ser membro da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte); argumentam que Pascal Lamy dirigente da OMC (Organização Mundial do Comércio) prega a internacionalização da Amazônia. Diante de tanta argumentação, eu me lembro de quando era Primeiro-Tenente e Capitão do EB na Colônia Militar do Oiapoque (CMO), quando tive oportunidade de ter contato com o III REI (a Legião Estrangeira francesa), sediada em Kourou, onde está a base de lançamento dos foguetes franceses Ariane. Lembro-me que na época nós, oficiais da guarnição de fronteira brasileira, olhavamos para aqueles mercenários com extrema desconfiança. Embora o relacionamento entre oficiais brasileiros e franceses fossem de extrema cordialidade, sempre perdurou entre os oficiais brasileiros um clima de não confiança. Hoje, os meus amigos militares perguntam se os franceses já digeriram as derrotas históricas? Ah! Já ia me esquecendo que, no auge da guerra da lagosta, nos anos 60, Charles De Gaulle enviou o porta-aviões Clemanceau para ficar na altura da costa nordeste do BRASIL em atitude totalmente ostensiva. Diante das argumentações dos meus amigos e das minhas recordações histórica, cheguei a conclusão de que os brasileiros têm que ficar atentos as intenções francesas. "BRASIL ACIMA DE TUDO. SELVA!" EDVALDOTAVARES. MÉDICO. BRASÍLIA/DF.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *