Início » Internacional » Maduro anuncia aumento de 300% no salário mínimo
VENEZUELA

Maduro anuncia aumento de 300% no salário mínimo

Com o aumento, o salário mínimo do país passa de 4,5 mil bolívares (cerca de R$ 19) para 18 mil bolívares (cerca de R$ 77)

Maduro anuncia aumento de 300% no salário mínimo
Reajuste, no entanto, não retira os 4 milhões de trabalhadores da situação de pobreza extrema (Foto: Nicolas Maduro/Twitter)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou um aumento de 300% no salário mínimo, que subiu de 4,5 mil bolívares (cerca de R$ 19) para 18 mil bolívares (cerca de R$ 77).

O reajuste no entanto mantém os quase 4 milhões de trabalhadores venezuelanos em situação de pobreza extrema, de acordo com o índice da Organização das Nações Unidas (ONU).

O anúncio de Maduro foi feito durante seu discurso anual à nação, realizado na sede da Assembleia  Nacional Constituinte (ANC), parlamento composto apenas por congressistas fiéis a Maduro, que não é reconhecido por vários países. O presidente venezuelano afirmou que o reajuste entra em vigor na próxima quarta-feira, 16, de forma automática, em todos os órgãos públicos.

Maduro informou que arcará com o valor diferencial do reajuste em empresas privadas assim que elas solicitem o apoio do governo. O presidente venezuelano disse que o pagamento do diferencial visa retirar das empresas privadas a “desculpa” de que o reajuste do mínimo causa inflação. ele chamou o reajuste de “fator de correção” de seu plano econômico para retirar o país da crise.

Na prática, no entanto, o reajuste terá pouco impacto sobre a população. Isso porque projeções do Fundo Monetário Internacional (FMI) apontam uma inflação de 10.000.000% para este ano na Venezuela.

Fontes:
G1-Maduro anuncia aumento de 300% no salário mínimo na Venezuela

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *