Início » Internacional » Maduro aumenta salário mínimo em 50% na Venezuela
VENEZUELA

Maduro aumenta salário mínimo em 50% na Venezuela

Trata-se do quinto reajuste em menos de um ano

Maduro aumenta salário mínimo em 50% na Venezuela
Maduro justificou o reajuste afirmando que se trata de uma reação à 'guerra econômica empreendida pela direita' (Fonte: Reprodução/Wikimedia)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou neste domingo, 8, um aumento de 50% no salário mínimo, nas aposentadorias e nas pensões. O reajuste também será incorporado aos salários dos funcionários públicos. A medida vale a partir do dia 15.

Leia também: Venezuela vai lançar cédulas de valor maior

Com o aumento, o quinto em menos de um ano, o salário sobe para 40.638 bolívares (R$ 38 na cotação paralela ou R$ 193 na maior cotação oficial).

Maduro justificou o reajuste afirmando que se trata de uma reação à “guerra econômica empreendida pela direita”, ressaltando ainda que “enquanto houver essa guerra, seguiremos uma política audaciosa, justa e necessária para buscar uma harmonia de emprego e salário”.

O salário mínimo aumentou ao todo 321,2% nos últimos 11 meses na Venezuela. A elevação ainda está, no entanto, abaixo da inflação prevista pelo FMI, que deve superar 700%.

O vale-alimentação não foi alterado e continua no valor de 63.720 bolívares mensais.

A indústria e o comércio criticaram a decisão de Maduro, argumentando que o reajuste do salário mínimo pode elevar ainda mais a inflação.

O alto custo de vida e a escassez de alimentos e remédios são uma realidade hoje na Venezuela.

Fontes:
Folha de S.Paulo - Maduro sobe salário mínimo em 50% na Venezuela, 5º aumento em um ano

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *