Início » Internacional » Maioria dos europeus associa refugiados a terrorismo, revela pesquisa
RISCO DE ATENTADO

Maioria dos europeus associa refugiados a terrorismo, revela pesquisa

Em oito dos dez países analisados, pelo menos 50% dos entrevistados disseram que acreditam que a chegada dos refugiados 'aumenta o risco terrorista'

Maioria dos europeus associa refugiados a terrorismo, revela pesquisa
Mais de um milhão de refugiados cruzaram as fronteiras da Europa no ano passado (Fonte: Reprodução/Wikipedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Uma pesquisa publicada nesta segunda-feira, 11, pelo instituto norte-americano Pew Research revelou que a maioria dos europeus acredita que a onda de refugiados no continente aumenta o risco de terrorismo. Além disso, uma grande porcentagem dos europeus também acredita que os refugiados representam uma ameaça a “trabalhos e ajudas sociais”.

Leia também: Líderes do G7 dizem que crise de refugiados requer resposta global

De acordo com a pesquisa, em oito dos dez países analisados (compreendendo 80% da população da Europa), pelo menos 50% dos entrevistados disseram que acreditam que a chegada dos refugiados “aumenta o risco terrorista”. No ano passado, mais de um milhão de refugiados cruzaram as fronteiras da Europa.

Os países incluídos na pesquisa foram Hungria, Polônia, Grécia, Itália, França, Reino Unido, Holanda, Espanha, Suécia e Alemanha.

A associação entre refugiados e risco de atentados está mais presente na Hungria e na Polônia, com 76% e 71%, respectivamente. Proporcionalmente, os dois países acolherem poucos imigrantes e adotaram medidas rígidas em relação aos demandantes de asilo.

Entre os alemães, 61% responderam sim à pergunta “refugiados aumentam a possibilidade de terrorismo no seu país?”. Entre os italianos, britânicos e franceses foram 60%, 52% e 51%, respectivamente.

O instituto Pew Research diz que, de forma geral, “a crise dos refugiados e a ameaça terrorista estão claramente relacionados à opinião de vários europeus”, ressaltando também que “o aumento recente do número de refugiados na Europa tomou um lugar preponderante na retórica anti-imigração da extrema direita em todo o continente e no controverso debate sobre a decisão do Reino Unido de abandonar a União Europeia”.

A pesquisa contou com a participação de 11.494 pessoas. As entrevistas foram feitas entre os dias 4 de abril e 12 de maio.

Fontes:
G1 - Maioria dos europeus associa refugiados e risco terrorista

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *