Início » Internacional » Mais de 50% da população mundial não têm acesso à internet
DESCONECTADOS

Mais de 50% da população mundial não têm acesso à internet

Um total de 3,9 bilhões de pessoas em todo o mundo não têm acesso à internet

Mais de 50% da população mundial não têm acesso à internet
Relatório foi elaborado pela União Internacional de Telecomunicações, agência da ONU (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um relatório da União Internacional de Telecomunicações (UIT) revelou que mais de metade da população mundial não usa a internet.

Um total de 3,9 bilhões de pessoas em todo o mundo não têm acesso à rede, segundo a agência da ONU, uma situação que atinge principalmente “as mulheres, os idosos, os menos instruídos, com menor rendimento e (as populações) rurais”.

Ainda de acordo com a UIT, os custos de acesso fixo à banda larga é um dos fatores que mantêm bilhões de pessoas “desconectadas”. A agência ressalta que, embora os custos tenham reduzido em todo o mundo na última década, eles continuam “claramente demasiado caros” em muitos dos países mais pobres do mundo.

Um pacote mensal de internet banda larga de apenas um gigabyte de dados nos países mais pobres do mundo ainda custa mais de 50% de um salário médio anual.

A UIT ressalta que o acesso à internet móvel poderia ser uma solução, uma vez que as redes móveis tecnicamente cobrem 84% da população mundial. O problema neste caso é o custo do aparelho, que ainda é muito alto para muitas pessoas.

“Em 2016, as pessoas já não vão à internet, estão na internet […] No entanto, muitos ainda não a usam e muitos utilizadores não beneficiam de todo o seu potencial”, afirma a UIT em seu relatório.

Fontes:
Público - Mais de metade da população mundial não usa Internet

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    E o kéko?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *