Início » Internacional » Mais de 70 soldados morrem em ataque à base militar no Níger
ÁFRICA

Mais de 70 soldados morrem em ataque à base militar no Níger

Nenhum grupo terrorista reivindicou a autoria do ataque até o momento. A África Ocidental tem enfrentado um crescimento de ataques à base militares

Mais de 70 soldados morrem em ataque à base militar no Níger
Acredita-se que esse foi o atentado mais letal contra os militares de Níger (Foto: Divulgação/Présidence de La République Du Niger)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Pelo menos 71 militares morreram e 12 ficaram feridos em um ataque de extremistas islâmicos no Níger, na África Ocidental. O ataque ocorreu na última terça-feira, 10, mas só foi revelado na última quarta-feira, 11.

Nenhum grupo terrorista reivindicou a autoria do ataque até o momento. A África Ocidental tem enfrentado um crescimento de ataques terroristas à base militares nos últimos tempos.

O objetivo dos ataques seria reunir armas e veículos para arsenais jihadistas, além de expandir a área de influência. O atentado ocorreu em um local remoto do país, onde jihadistas ligados ao Estado Islâmico estão em atividade há anos.

O ataque mortal fez com que o presidente do Níger, Issoufou Mahamadou, interrompesse sua participação em uma conferência sobre segurança no Egito para retornar ao país. Nesta quinta-feira, 13, ele usou as redes sociais para lamentar a morte dos militares.

“Eu me curvo diante da memória de nossos soldados caídos em Inates com armas nas mãos. Eu me curvo à memória daqueles que caíram diante deles. Penso nas famílias deles chorando. O povo de Níger está chorando com eles”, escreveu o presidente.

Este foi o ataque mais mortal às Forças Armadas de um país da África Ocidental em anos. Ademais, segundo a rede de notícias Al Jazeera, acredita-se que esse foi o atentado mais letal contra os militares de Níger.

Na última quarta-feira, a Presidência do Níger convocou uma reunião extraordinária do Conselho de Segurança Nacional, que reúne o presidente e os chefes das Forças Armadas. Através de um comunicado, porém, a Presidência não relacionou a convocação da reunião extraordinária com o ataque aos militares.

Fontes:
The New York Times-Militant Ambush in Niger Kills at Least 71 Soldiers, Army Says
Al Jazeera-Scores of soldiers killed in Niger base attack

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *