Início » Internacional » Mais de 700 crianças seguem separadas das famílias nos EUA
POLÍTICA DE IMIGRAÇÃO

Mais de 700 crianças seguem separadas das famílias nos EUA

Os 711 menores que continuam separados de seus pais são considerados 'não-elegíveis'

Mais de 700 crianças seguem separadas das famílias nos EUA
Menores de idade em um abrigo para imigrantes no Texas (Fonte: Reprodução/ACF/HHS/Reuters)

O governo americano informou nesta quinta-feira, 26, que 1.820 crianças com idade igual ou superior a cinco anos já estão com seus responsáveis após terem sido separadas de suas famílias na fronteira com o México. Por outro lado, 711 crianças ainda continuam longe de seus pais.

Leia mais: O trauma das crianças separadas por Trump
Leia mais: Alan Kurdi manda lembranças ao ‘canil’ de crianças no Texas

O juiz federal Dana Sabraw havia determinado que todos os menores de idade separados de seus responsáveis na fronteira fossem entregues aos seus familiares até esta quinta-feira, 26.

Em documento enviado a um tribunal federal nesta quinta, autoridades americanas ressaltaram que a expectativa era de que todos os menores “elegíveis” fossem entregues aos seus familiares antes do fim do prazo determinado pela justiça.

Os 711 menores de idade que continuam separados de seus familiares são considerados “não-elegíveis” por vários motivos. Segundo as autoridades, tratam-se de filhos de pais detidos porque cometeram crimes ou de pais que foram deportados. Do total, 431 menores seriam filhos de pais que já estão fora dos EUA.

O Itamaraty informou que dez crianças brasileiras que foram separadas de seus pais na fronteira ainda continuavam em abrigos nos EUA nesta quinta. Nos últimos 15 dias outras 39 crianças brasileiras que também estavam em abrigos foram entregues aos seus responsáveis.

A política do governo Trump de tolerância zero a imigrantes ilegais levou à separação na fronteira de mais de 2.500 crianças de seus familiares. Após muita polêmica, o presidente dos EUA assinou uma ordem executiva para evitar novas separações. A medida, no entanto, não teve efeito imediato em relação às famílias que já tinham sido separadas.

Fontes:
G1 - Governo dos EUA diz que já reuniu mais de 1.800 crianças separadas das famílias na fronteira com México

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *