Início » Internacional » Mais de um terço das vítimas de Nice eram muçulmanas
ATAQUE EM NICE

Mais de um terço das vítimas de Nice eram muçulmanas

Região tem cerca de 120 mil pessoas provenientes do noroeste da África

Mais de um terço das vítimas de Nice eram muçulmanas
Caminhão foi jogado contra multidão (Foto: Reprodução/AFP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Mais de um terço das vítimas do atentado em Nice eram muçulmanas, segundo uma associação islâmica regional. No atentado, 84 pessoas morreram e 308 ficaram feridas. Um homem de origem tunisiana, identificado como Mohamed Lahouaiej Bouhlel, jogou um caminhão contra a multidão que celebrava o Dia da Bastilha na cidade costeira.

Cerca de 120 mil pessoas que vivem na região dos Alpes Marítimos, um departamento francês que engloba a cidade de Nice, são de Magrebe, região do noroeste da África, que inclui Argélia, Tunísia e Marrocos. A maioria é muçulmana, mas também há judeus e cristãos. Além disso, Nice também é destino de muçulmanos do Senegal e de outros países do oeste da África que falam francês. “Nós esperamos que isso passe a mensagem global de barbárie que toca o mundo todo, e que as pessoas aqui, vítimas, não são aquelas que cometem crimes na Síria e no Iraque”, diz Kawthar Bem Salem, porta-voz da União de Muçulmanos dos Alpes Marítimos.

Pelo menos dez crianças e adolescentes foram mortos no ataque.

Fontes:
The New York Times-A Third of Nice Truck Attack’s Dead Were Muslim, Group Says

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *