Início » Internacional » Malásia e Indonésia aceitam dar refúgio a 7 mil imigrantes
Imigração na Ásia

Malásia e Indonésia aceitam dar refúgio a 7 mil imigrantes

Após algumas semanas de resistência, os três países concordaram em dar refúgio temporário a cerca de 7 mil imigrantes ilegais que buscam asilo

Malásia e Indonésia aceitam dar refúgio a 7 mil imigrantes
Acordo é um avanço para solucionar a crise humanitária que afeta o sudeste asiático (Foto: Wikpedia)

Os governos da Malásia e da Indonésia concordaram em dar refúgio temporário a cerca de 7 mil imigrantes ilegais que buscam asilo nos dois países. O acordo é um avanço para solucionar a crise humanitária que afeta o sudeste asiático.

A maioria dos imigrantes provém de países provém de Mianmar (antiga Birmânia) e Bangladesh e migram para escapar da pobreza em seus respectivos países.Nesta quarta-feira, pescadores indonésios resgataram cerca de 430 imigrantes que estavam no mar. Eles foram levados para a aldeia de Simpang Tiga, na província de Aceh Leste.

Após algumas semanas de resistência, os ministros das Relações Exteriores da Malásia, da Indonésia e da Tailândia concordaram em dar refúgio temporário aos imigrantes até que o processo de repatriação dos mesmos seja concluído, o que deve levar um ano.

Ao falar sobre o acordo à imprensa local, Aman, ministro das Relações Exteriores da Malásia,  disse esperar cooperação de outros países da região. “Indonésia e Malásia concordaram em continuar proporcionando assistência humanitária a esses 7 mil imigrantes. Enquanto isso, Malásia e Indonésia convidarão outros países da região para se unirem a esta iniciativa”.

Os governos de Malásia, Indonésia e Tailândia pedem ajuda financeira da comunidade internacional para criar uma zona de alojamento para os refugiados. O local seria administrado por uma força conjunta dos três países.

Fontes:
O Globo-Indonésia e Malásia aceitam oferecer abrigo a imigrantes ilegais

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *