Início » Internacional » Malásia encontra 139 fossas de imigrantes na selva
Imigração na Malásia

Malásia encontra 139 fossas de imigrantes na selva

Fossas seriam usadas por traficantes de pessoas para enterrar imigrantes em massa. Governo malaio promete encontrar os responsáveis

Malásia encontra 139 fossas de imigrantes na selva
As selvas que dividem Tailândia e Malásia têm sido usadas como rota por traficantes de pessoas (Foto: Wikipedia)

O governo da Malásia anunciou a descoberta de 139 fossas, em diferentes campos, na fronteira do país com a Tailândia. Os campos estavam abandonados e eram usados por traficantes de pessoas para manter imigrantes em cativeiro. Ainda não se sabe quantos corpos foram enterrados nas fossas encontradas.

Leia mais: Malásia e Indonésia aceitam dar refúgio a 7 mil imigrantes

Segundo o chefe da polícia malaia Khalid Abu Bakar, até o momento, foram encontrados 28 campos, em uma área de 50 km na fronteira entre os dois países. O maior campo tinha capacidade para 300 pessoas. Outro campo tinha capacidade para 100. Os demais eram menores, com capacidade para cerca de 20 pessoas.

Equipes forenses estão trabalhando na região, que é montanhosa e de difícil acesso. Pelo menos um corpo foi resgatado, completamente decomposto. “É uma cena muito triste. Estamos trabalhando estreitamente com os nossos colegas na Tailândia. Nós vamos encontrar as pessoas que fizeram isso”, disse Bakar. O primeiro-ministro malaio, Najib Razak, também prometeu encontrar os responsáveis.

As selvas que cortam o sul da Tailândia e o norte da Malásia têm sido usadas como rota e cativeiro por traficantes de pessoas. A maioria dos imigrantes são muçulmanos de origem rohingya, que tentam fugir da perseguição em Mianmar. No entanto, também há bengaleses em busca de trabalho na Malásia.

Fontes:
O Globo-Malásia encontra 139 fossas de imigrantes na selva

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *