Início » Internacional » Mamutes-lanosos podem ressurgir em breve
CIÊNCIAS

Mamutes-lanosos podem ressurgir em breve

Cientistas japoneses tentam recriar mamutes-lanosos, uma espécie extinta há milhares de anos, em um experimento com camundongos

Mamutes-lanosos podem ressurgir em breve
Os últimos mamutes-lanosos continentais viveram até há 9.650 anos na península siberiana de Kyttyk (Foto: Wikimedia)

As últimas espécies de mamutes-lanosos extinguiram-se há cerca de 4 mil anos, mas, segundo um experimento de pesquisadores japoneses, talvez esses animais pré-históricos voltem em breve a caminhar na neve na região do Ártico, como no período glacial

Em um artigo publicado na revista científica Nature, os pesquisadores descreveram o experimento realizado em laboratório com células extraídas da carcaça congelada de um mamute-lanoso encontrado no permafrost siberiano em 2010. O animal, que morreu com aproximadamente 7 anos há 28 mil anos, é um dos mamutes mais bem preservados até então descobertos.

Os pesquisadores extraíram amostras de tecidos da medula óssea e do músculo do animal. Em seguida, as células dessas amostras foram implantadas em óvulos de camundongos.

Após o procedimento, a equipe observou a formação de um pronúcleo, o núcleo de um espermatozoide ou de um óvulo durante o processo de fecundação nas cobaias. Os pesquisadores também viram sinais de reconstituição do DNA danificado do mamute.

Apesar do sucesso do experimento, o engenheiro genético  Kei Miyamoto, um dos autores do estudo, disse à agência de notícias japonesa Nikkei, que havia ainda um longo caminho a percorrer até chegar ao estágio da divisão celular.

Os últimos mamutes-lanosos continentais viveram até há 9.650 anos na península siberiana de Kyttyk. Mas a espécie ainda sobreviveu por mais 5 mil anos nas ilhas da Sibéria, que se isolaram do continente devido ao degelo no final do período glacial.

Não há um consenso a respeito da causa da extinção desses animais pré-históricos, mas especialistas sugerem que a mudança climática e a caça foram fatores decisivos para o desaparecimento da espécie.

Fontes:
Independent-Woolly mammoths: Japanese scientists take ‘significant step’ towards bringing prehistoric giants back to life

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *