Início » Internacional » Médico da ONU infectado pelo vírus ebola morre na Alemanha
Surto de ebola

Médico da ONU infectado pelo vírus ebola morre na Alemanha

Médico sudanês funcionário da ONU morreu em um hospital em Leipzig, Alemanha, para onde foi enviado após ser infectado na Libéria

Médico da ONU infectado pelo vírus ebola morre na Alemanha
O funcionário da ONU foi um dos três agentes de saúde infectados por ebola que o governo alemão concordou em receber (Reprodução/Internet)

Um funcionário da ONU que trabalhava para conter o surto de ebola na Libéria morreu infectado pelo vírus em um hospital em Leipzig, leste da Alemanha, para onde foi enviado há cinco dias para receber tratamento.

Leia mais: Mundo está mal preparado para emergências sanitárias, diz OMS
Leia mais: Brasil descarta suspeita de ebola ter chegado ao país
Leia mais: Quais as chances do ebola se alastrar pelo mundo através de viagens aéreas?

A vítima, um médico sudanês cujo nome não foi divulgado, tinha 56 anos. “O paciente com ebola faleceu durante a noite na clínica San Jorge em Leipzig. Apesar de cuidados médicos intensivos e dos melhores esforços de pessoal médico, o funcionário de 56 anos da ONU sucumbiu à doença infecciosa grave”, disse um comunicado emitido pelo hospital nesta terça-feira, 14.

O funcionário da ONU foi um dos três agentes de saúde infectados por ebola que o governo alemão concordou em receber. O primeiro foi um especialista senegalês da Organização Mundial de Saúde (OMS), que no último dia 4 recebeu alta de um hospital em Hamburgo. O terceiro paciente é um médico ungandês que trabalha para uma organização humanitária italiana. Ele segue internado em um hospital em Frankfurt.

Nesta terça-feira, 14, o Conselho de Segurança da ONU se reunirá em Nova York para discutir medidas para conter a epidemia de ebola, que desde março deste ano já infectou mais de 8 mil pessoas, das quais mais de 4 mil morreram.

A ONU e a OMS tem demonstrado preocupação com o crescente número de agentes de saúde infectados pelo vírus em serviço. A organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) informou nesta terça-feira, 14, que já teve 16 integrantes infectados pelo ebola; nove deles morreram.

Para Sharon Ekambaram, chefe da entidade na África do Sul, os trabalhadores receberam assistência inadequada por parte da comunidade internacional. Segundo ela, embora muitas promessas tenham sido feitas publicamente, não houve melhoras na situação dos países afetados.

Outra preocupação é a falta de preparo da comunidade internacional para enfrentar um surto dessas proporções. Na última segunda-feira, 13, a diretora geral da OMS, Margaret Chan declarou que “o mundo está mal preparado para responder a qualquer emergência sanitária sustentada e severa”.

Fontes:
Estadão-Funcionário da ONU morre por ebola
O Globo-Organização Médicos sem Fronteiras perde nove médicos para o Ebola

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *