Início » Internacional » Médico que ajudou a CIA a caçar Bin Laden vive em prisão paquistanesa
MORTE DE BIN LADEN

Médico que ajudou a CIA a caçar Bin Laden vive em prisão paquistanesa

O ex-cirurgião Shakil Afridi organizou um programa falso de vacinação contra a Hepatite C para localizar o terrorista Osama bin Laden há cinco anos

Médico que ajudou a CIA a caçar Bin Laden vive em prisão paquistanesa
Médico paquistanês foi acusado de envolvimento com militantes (Foto: Reprodução/Youtube)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Cinco anos após ajudar a CIA (Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos) a encontrar e matar o terrorista Osama bin Laden, o médico paquistanês Shakil Afridi definha em uma prisão do seu país. Para simpatizantes do médico, ele foi abandonado pelos Estados Unidos, que tenta suavizar suas relações conturbadas com Islamabad.

O ex-cirurgião vive em confinamento solitário em uma pequena sala e não está autorizado a ver sua família mais de seis vezes ao ano. As informações são do advogado de Afridi, que também tem acesso limitado a seu cliente. Acredita-se que o prisioneiro paquistanês tenha um pouco mais de 50 anos de idade e que seu recurso contra a sentença de 23 anos de prisão está estagnado.

“Eu não tenho esperanças de reencontrá-lo, nenhuma expectativa de Justiça”, afirmou o irmão mais velho do médico, Jamil, em entrevista à agência de notícias AFP.

O papel de Afridi em um dos maiores assassinatos das últimas décadas é sombrio. Detalhes de como ele foi procurado pela CIA ainda não estão claros. Relatórios paquistaneses sugerem que autoridades da organização Save the Children tenham atuado como intermediárias, embora neguem o envolvimento.

Mas o que se sabe é que o trabalho de Afridi era de organizar um programa falso de vacinação contra a Hepatite C com o objetivo de obter amostras genéticas de Abbottabad.

Foi nessa cidade que o líder da Al-Qaeda Osama bin Laden e sua família se fixaram em meados dos anos 2000. Bin Laden foi morto em 2 de maio de 2011, após dois helicópteros com oficiais de elite da Marinha americana pousarem em seu esconderijo e matarem o terrorista.

Apesar da operação ter enfraquecido a Al-Qaeda, criou-se um clima de tensão entre Washington e Islamabad, com a suspeita de que os paquistaneses estariam protegendo o paradeiro de um dos homens mais procurados do mundo. Semanas após a incursão americana, Afridi foi preso, acusado de ter ligações com militantes, uma acusação que sempre negou.

Enquanto isso, analistas avaliam que os Estados Unidos estão focados em outros assuntos, como as negociações com extremistas islâmicos no Afeganistão.

Fontes:
Asian Age-5 years on, doctor who helped CIA track bin Laden languishes in Pak jail

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *