Início » Vida » Comportamento » Médicos a bordo
UMA EMERGÊNCIA A CADA 604 VOOS

Médicos a bordo

A presença de médicos e de profissionais da área de saúde a bordo dos voos comerciais é sempre bem-vinda

Médicos a bordo
Há uma boa chance de encontrar um médico entre os passageiros na maioria dos voos comerciais (Foto: Wikipedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Grã-Bretanha tem cerca de um médico para cada 350 pessoas. Há, portanto, uma boa chance de encontrar um médico entre os passageiros na maioria dos voos comerciais. É uma excelente notícia, porque as companhias aéreas confiam muito na ajuda dos médicos e de pessoas que exercem atividades ligadas à medicina a bordo.

Em 2013, um estudo da Universidade de Pittsburgh mencionou que nas estatísticas de incidentes aéreos havia o registro de uma emergência médica em cada 604 voos comerciais. Dessas emergências, 78% foram atendidas por médicos que estavam a bordo. Do total, metade recebeu atendimento de médicos e 28% de enfermeiras ou paramédicos. De acordo com o estudo, “Os problemas mais comuns durante os voos são desmaios, vertigens, perturbações respiratórias, náusea e vômito, e problemas cardíacos”.

É em parte devido à presença de um médico a bordo que só 7% dos voos nos quais surge uma emergência médica são desviados de suas rotas. Em razão do custo elevado de desviar um avião de sua rota, sobretudo, no início de uma viagem de longa distância, quando o piloto é obrigado a liberar a carga de combustível no valor de milhares de dólares para aterrissar, a ajuda voluntária de médicos em emergências é fundamental para as companhias aéreas. Algumas companhias agradecem aos profissionais que atendem os casos de emergência oferecendo-lhes um voo gratuito; outras, como a Turkish Airlines, dá aos médicos milhas grátis se eles se identificarem ao fazer o check-in.

Fontes:
The Economist-Airlines should be more thankful there is usually an off-duty medical professional among their passengers

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *