Início » Internacional » Menina de nove anos constrange McDonald’s
Obesidade

Menina de nove anos constrange McDonald’s

Hannah Robertson perguntou ao presidente da rede se ele 'não quer que as crianças sejam saudáveis'

Menina de nove anos constrange McDonald’s
Hannah e sua mãe preparam vegetais (Fonte: Reprodução/Divulgação)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Uma menina canadense de nove anos de idade constrangeu o presidente da rede McDonald’s ao questioná-lo sobre obesidade durante o encontro anual de investidores da empresa nos EUA.

Leia também: Coca-Cola promete ajudar na luta contra a obesidade
Leia também: Empresas apostam no mercado ‘plus size’

Hannah Robertson perguntou a Dan Thompson por que ele “insistia em enganar as crianças com brinquedos e personagens de desenhos animados para que elas comam a sua comida todo o tempo”.

A menina, que leu um texto escrito por sua mãe, disse que “não acha justo que as grandes companhias induzam as crianças”, e ainda que crianças da sua idade tenham “doenças como obesidade e diabetes”.

Por fim, Hannah perguntou a Dan Thompson se ele “não quer que as crianças sejam saudáveis”. O presidente da rede McDonald’s disse que a empresa se esforça para vender produtos saudáveis, como, por exemplo, frutas e vegetais que custam apenas US$ 1.

Alimentação saudável

Dan Thompson citou também o exemplo dos seus filhos, que, segundo ele, são clientes da rede e gostam de comida saudável e de exercícios físicos, ressaltando que o objetivo da empresa não é engordar as crianças.

A mãe de Hannah tem um blog sobre alimentação saudável e participa de um grupo que luta contra o “abuso corporativo” e contra a “publicidade predatória”. A rede McDonald’s, por sua vez, é um alvo tradicional do grupo.

Fontes:
Folha de S.Paulo - Menina de nove anos questiona McDonald's sobre obesidade

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Rudy Lang disse:

    Dor de cotovelo é uma mer… Ninguém é obrigado a comer seja lá o que for, exceto os terroristas presos em GITMO.
    O que é que essa criança entende desses assuntos?
    O que transparece é o caso de mais uma mãe que submete a sua filhinha a atitudes falsas apenas para obter projeção nacional e internacional (para a mãe).
    Melhor seria se a mãe ensinasse a filha a comer moderadamente e não duas ou três porções gigantes cada vez que frequenta uma lancheria tipo fast food.
    É muito cômodo e fácil jogar a sua própria responsabilidade sobre os ombros de uma empresa. A culpa sempre é dos outros. Infelizmente isso vem se tornando cada vez mais comum aqui no Brasil, também.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *