Início » Internacional » Mianmar aumenta tempo de prisão de líder da oposição
Ditadura

Mianmar aumenta tempo de prisão de líder da oposição

Aung San Suu Kyi, prêmio Nobel da Paz e líder do movimento democrático, teve o tempo de prisão domiciliar ampliado pela Junta Militar de Mianmar na última terça-feira. Ela já está detida há cinco anos.

O governo militar da antiga Birmânia renova periodicamente a prisão domiciliar de Suu Kyi, de 62 anos.

A Organização das Nações Unidas (ONU), a União Européia (UE), os Estados Unidos e outros países já fizeram diversos pedidos à Junta Militar que liberte de forma incondicional Suu Kyi, considerada um símbolo da democracia por muitos birmaneses, mas não houve resposta aos apelos.

Entrada de voluntários da ONU é autorizada

A Junta Militar aprovou a concessão de vistos aos voluntários da Organização das Nações Unidas.

As Nações Unidas informaram em comunicado que os generais também estão permitindo o acesso de um maior número de seus voluntários ao delta do rio Irrawaddy, a zona mais devastada pelo ciclone "Nargis", e onde mais de dois milhões de vítimas estão desabrigadas e sem água potável.

 

 

Fontes:
G1 - Mianmar amplia detenção de líder da oposição
G1 - Mianmar autoriza entrada de todo o pessoal da ONU

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Evandro Correia disse:

    Êta ditadura nojenta…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *