Início » Internacional » Mil crianças morreram em Goutha desde janeiro, diz Unicef
SÍRIA

Mil crianças morreram em Goutha desde janeiro, diz Unicef

Órgão da ONU fez um alerta especialmente dramático sobre a guerra na Síria

Mil crianças morreram em Goutha desde janeiro, diz Unicef
Foto registrada em janeiro este ano mostra criança de 18 meses em Ghouta com o avô (Fonte: Reprodução/Unicef)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) fez um alerta especialmente dramático sobre a guerra na Síria. Segundo o órgão da ONU, desde janeiro pelo menos mil crianças morreram em Goutha.

Leia também: França e EUA se unem contra uso de armas químicas na Síria
Leia também: ONU liga Coreia do Norte às armas químicas na Síria

Só nesta segunda-feira, 6, foram cerca de 80 mortos na região, no dia mais sangrento em Goutha, controlada por rebeldes, desde a imposição de um cessar-fogo feita no último sábado, 3, pelo presidente russo, Vladimir Putin. O aumento da violência, apesar do cessar-fogo, obrigou a retirada às pressas de um comboio de ajuda humanitária que havia chegado a Goutha também nesta segunda.

Foi a primeira vez que a ajuda humanitária chegou a Goutha desde o início da forte ofensiva das forças de Bashar Al-Assad contra os rebeldes que controlam aquela região. Assad, porém, ordenou a retirada de muitos materiais de assistência médica, como insulina e material cirúrgico, dos 46 caminhões do comboio.

Fontes:
Público - Dia sangrento em Ghouta força retirada da ajuda humanitária

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *