Início » Economia » Milhares de norte-americanos são afetados por onda silenciosa de demissões
Crise financeira global

Milhares de norte-americanos são afetados por onda silenciosa de demissões

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A maioria das demissões que estão ocorrendo nos Estados Unidos, decorrentes da crise financeira global, não é divulgada. CEOs querem que Wall Street os avalie como resistentes cortadores de custos que não têm medo de demitir funcionários.

A IBM, por exemplo, é uma das grandes empresas que realizam demissões dispersas, o que contribui para que a taxa de desemprego continue aumentando. No entanto, os cortes são pequenos o suficiente para se manterem fora do radar.

Em um dia, o CEO da IBM Samuel J. Palmisano afirmou que a companhia não precisava cortar custos e o mais importante estava sendo feito, o investimento nos funcionários. No dia seguinte, mais de 1.400 do setor de vendas e distribuição nos Estados Unidos e no Canadá receberam um aviso de que seu emprego seria eliminado em um mês. Nas últimas semanas, o número de ex-funcionários da IBM subiu para 4.600.

Os cortes não são divulgados e especialistas do setor trabalhista argumentam que deve haver uma revisão da lei federal que regulamenta certos tipos de demissão, passando a cobrir cortes de emprego menores. Eles acreditam que, dessa forma, as pessoas teriam mais tempo para procurar novos empregos, aconselhamento profissional e treinamento.

Fontes:
Último Segundo - Demissão silenciosa atinge milhares de trabalhadores nos EUA

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *