Início » Internacional » Milhares marcham na França contra reforma trabalhista
PROTESTOS SINDICAIS

Milhares marcham na França contra reforma trabalhista

Manifestantes de várias cidades do país se reúnem em um protesto gigantesco marcado por violência e confronto

Milhares marcham na França contra reforma trabalhista
Em Paris, o trajeto do protesto foi totalmente preenchido (Foto: Twitter)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Trabalhadores e estudantes de toda a França marcharam em várias cidades do país na última terça-feira, 14, num gigantesco protesto contra a proposta de reforma trabalhista do governo.

Trata-se da maior manifestação já realizada desde que os protestos contra a proposta tiveram início, há três meses. Também é a primeira demonstração em nível nacional em Paris, já que os manifestantes que participaram do ato na cidade vieram de várias partes do país.

Leia mais: ‘Economist’ defende reforma trabalhista na França
Leia mais: Greve paralisa seis das oito refinarias da França

Também houve protestos em cidades como Marselha e Toulouse. A polícia estima que 125 mil pessoas participaram dos atos em todo o país, mas os organizadores afirmam que o número chegou a 1,3 milhão.

Em Paris, o trajeto de 5 quilômetros do protesto, que saiu do Place d’Italie e seguiu até o Place des Invalides, foi totalmente preenchido. A manifestação foi marcada por violência e confronto entre os manifestantes a e polícia. Vitrines foram quebradas, mobiliários urbanos foram danificados e carros estacionados foram incendiados.

Segundo a Confederação Geral do Trabalho (CGT), maior sindicato da França, o objetivo das manifestações de terça-feira foi enviar ao governo um claro sinal de que os protestos não estão perdendo o fôlego, ao contrário, eles estão aumentando.

O protesto também contou com a adesão do sindicato português União Geral de Trabalhadores (UGT) e do espanhol Confederación Sindical de Comisiones Obreras (CCOO). Novas manifestações estão previstas para os dias 23 e 28 deste mês.

Fontes:
El País-Milhares de pessoas marcham em Paris no maior protesto contra a reforma trabalhista

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *