Início » Internacional » Ministro chinês se reúne com Kim Jong-un na Coreia do Norte
RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Ministro chinês se reúne com Kim Jong-un na Coreia do Norte

Wang Yi é a maior autoridade chinesa a visitar a Coreia do Norte em mais de 10 anos

Ministro chinês se reúne com Kim Jong-un na Coreia do Norte
A visita de Wang à Coreia do Norte acontece em um importante momento diplomático mundial (Foto: Wikimedia)

O ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, se reuniram nesta quinta-feira, 3, em Pyongyang. No encontro, Wang parabenizou os norte-coreanos pela reaproximação com a Coreia do Sul e demonstrou o apoio da nação chinesa ao novo posicionamento da Coreia do Norte.

Wang, que chegou à Coreia do Norte na última quarta-feira, 2, é a maior autoridade chinesa a visitar o país em mais de 10 anos. Os países, que mantêm uma boa relação, se aproximaram ainda mais desde o início do ano, quando o líder norte-coreano começou a buscar uma reaproximação com a Coreia do Sul e, mais tarde, com os Estados Unidos.

“A China apoia a bem-sucedida reunião entre os líderes das duas coreias e a Declaração de Panmunjom, que marcará uma época”, afirmou Wang em seu encontro com Kim, segundo nota do Ministério chinês. A declaração citada pelo chanceler foi assinada pelo líder norte-coreano e pelo presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, na última semana, firmando compromissos com a desnuclearização da península e o acordo de paz entre os países.

Antes de se reunir com Kim, Wang encontrou, na última quarta-feira, o chefe de diplomacia da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, com quem já esteve, em abril, em Pequim. Com a autoridade norte-coreana, o chanceler chinês abordou, principalmente, o tema da desnuclearização da península.

Além disso, Wang reforçou que a China está empenhada em trabalhar juntamente com a Coreia do Norte para impulsionar a cooperação econômica entre os países. A China tem sido, nos últimos anos, o principal parceiro comercial dos norte-coreanos.

A visita de Wang à Coreia do Norte acontece em um importante momento diplomático mundial. Isso porque o encontro do ministro chinês com o líder norte-coreano acontece dias após a realização da Cúpula Intercoreana e semanas antes do encontro entre Kim Jong-un e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Relações com os Estados Unidos

Paralelamente à visita do ministro chinês a Pyongyang, uma equipe econômica americana está em Pequim para negociar acordos comerciais com a China. Através das redes sociais, Trump afirmou que estará com o presidente da China, Xi Jinping, em breve.

Além disso, Trump também falou sobre a reaproximação que o seu governo tem conquistado com a Coreia do Norte – mesmo após um ano de 2017 cheio de instabilidade diplomática entre os países. Fazendo uma crítica velada à administração de Barack Obama, Trump relembrou a detenção de três pessoas em um campo de trabalho norte-coreano. Mostrando confiança na libertação dos reféns, o chefe de Estado americano pediu às pessoas que “fiquem atentas”.

As movimentações de aprimoramento da diplomacia norte-coreana também elevaram os boatos sobre o prêmio Nobel da Paz. Na última segunda-feira, 30, o presidente da Coreia do Sul afirmou que “Trump pode receber o prêmio Nobel” em seu lugar. Além disso, o presidente sul-coreano destacou que tudo o que a região precisa é paz.

Enquanto isso, um grupo de deputados republicano faz lobby para que o presidente Trump tenha seu nome indicado ao prêmio Nobel da Paz por seu auxílio na reconciliação entre as coreias, que estavam com as relações abaladas desde a Guerra da Coreia, entre 1950 e 1953. A sugestão foi enviada pelo republicano Luke Messer, com apoio de outros 17 políticos, através de uma carta aos membros do comitê do Prêmio Nobel.

 

Leia também: Coreia do Norte suspende testes nucleares
Leia também: Suécia sinaliza apoio ao diálogo entre EUA e Coreia do Norte

Fontes:
Agência Brasil-Kim Jong-un se reúne com chanceler chinês na Coreia do norte
AFP-Chefe da diplomacia da China se reúne com Kim Jong Un em Pyongyang
Diário de Notícias-Ministro chinês reúne-se com líder norte-coreano em Pyongyang

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *