Início » Economia » Ministro da Fazenda da Argentina renuncia
ARGENTINA

Ministro da Fazenda da Argentina renuncia

Com renúncia de Nicolás Dujvone, Hernán Lacunza foi convocado pelo presidente Mauricio Macri para dirigir o Ministério da Fazenda

Ministro da Fazenda da Argentina renuncia
Argentina atravessa um longo período de instabilidade econômica (Foto: Pixabay)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O ministro da Fazenda da Argentina, Nicolás Dujvone, deixou o cargo no último sábado, 17. A informação foi confirmada pelo presidente Mauricio Macri, que anunciou Hernán Lacunza, ministro da Economia de Buenos Aires, para a posição.

Dujvone estava no cargo desde janeiro de 2017. Em sua carta de renúncia, o, agora, ex-ministro afirmou estar “convencido de que, em virtude das circunstâncias, a gestão precisa de uma renovação significativa na área econômica”. No documento, Dujvone ainda reconheceu erros na atuação no Ministério da Fazenda.

“Conseguimos conquistas na redução do déficit e dos gastos públicos, na redução de impostos distorcidos  nas províncias, na recuperação do federalismo. Também, sem dúvida, cometemos erros, que nunca hesitamos em reconhecer e fizemos o melhor que pudemos para corrigir”, afirmou.

A renúncia do ministro ocorre com a proximidade das eleições argentinas, previstas para o próximo mês de outubro. Na semana passada, nas primárias, Macri foi derrotado pela chapa formada por Alberto Fernández e Cristina Kirchner, que somou 47% dos votos, enquanto Macri teve apenas 32%.

Depois da derrota, Macri anunciou um pacote de medidas econômicas para amenizar os impactos na Argentina. Entre as medidas está o pagamento de bônus salariais para todos os tipos de trabalhadores e o aumento do salário mínimo. 

Ademais, Macri chegou a prometer congelar o preço da gasolina por 90 dias, mas voltou atrás depois da medida ter tido uma péssima repercussão. O novo ministro da Fazenda, Hernán Lacunza, é formado em economia e já atuou como diretor geral do Banco Central da Argentina.

“Convoquei Hernán Lacunza para liderar o Ministério da Fazenda. Até hoje ele trabalhou como ministro na província de Buenos Aires, onde fez um ótimo trabalho. Sua capacidade e trajetória são amplamente reconhecidas. Eu confio que você é a pessoa certa para esta nova etapa”, escreveu Macri nas redes sociais.

Leia também: O que está em jogo nas eleições argentinas?

Fontes:
Agência Brasil-Ministro da Fazenda da Argentina entrega cargo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Rogerio Faria disse:

    Falta fôlego ao neoliberalismo. A história conta que morrem antes de chegar à praia…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *