Início » Internacional » Ministro francês renuncia após críticas por jantares de luxo
GOVERNO MACRON

Ministro francês renuncia após críticas por jantares de luxo

Jantares suntuosos foram realizados quando François de Rugy era presidente da Assembleia Nacional

Ministro francês renuncia após críticas por jantares de luxo
Rugy disse que renunciou ao cargo para poder se defender das acusações (Fonte: Reprodução/Twitter/@FdeRugy)

Após receber duras críticas por oferecer jantares de luxo pagos com dinheiro público, o ministro francês da Ecologia, François de Rugy, renunciou nesta terça-feira, 16, ao cargo.

Os jantares suntuosos foram realizados quando Rugy era presidente da Assembleia Nacional. Ele também foi duramente criticado por fazer uma reforma cara em seu apartamento funcional.

Em comunicado divulgado em uma rede social, Rugy disse que renunciou ao cargo para poder se defender das acusações: “os ataques e o linchamento midiático contra minha família me levam hoje a fazer um recuo necessário. O esforço necessário para lutar contra as acusações faz com que eu não possa realizar com tranquilidade as missões que me foram dadas pelo presidente”.

Na última semana, o site Mediapart revelou detalhes de pelo menos uma dezena de jantares de luxo promovidos entre 2017 e 2018 por François de Rugy em sua residência oficial na época.

Ainda de acordo com o site, os jantares não pareciam ter relação com o cargo. Nas ocasiões, eram servidos vinhos de 500 euros, lagosta e champanhe.

Inicialmente o agora ex-ministro se recusou a deixar o cargo, dizendo ser vítima de uma campanha “grotesca” e afirmando que não comia lagosta por ter “intolerância alimentar a frutos do mar”. A justificativa de Rugy foi ridicularizada pela imprensa francesa.

Fontes:
EBC - Acusado de oferecer jantares caros, ministro francês renuncia ao cargo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *