Início » Internacional » Ministro japonês diz que salto alto é necessário no trabalho
MINISTRO DO TRABALHO

Ministro japonês diz que salto alto é necessário no trabalho

Ao comentar movimento que tenta abolir a exigência do calçado, ministro japonês diz que uso de salto alto em ambientes de trabalho é necessário e apropriado

Ministro japonês diz que salto alto é necessário no trabalho
O movimento ganhou rapidamente o apoio de milhares de pessoas (Foto: Facebook/Takumi Nemoto)

O Ministério da Saúde e do Trabalho do Japão saiu em defesa de empresas que exigem que as mulheres usem salto alto para trabalhar, argumentando que é “necessário e apropriado”. A afirmação é uma resposta ao movimento #KuToo, que tenta abolir a exigência do calçado às mulheres.

Uma petição do movimento foi submetida ao Ministério do Trabalho na última terça-feira, 4. A campanha foi apelidada de #KuToo, um jogo de palavras da palavra japonesa “kutsu”, que significa sapatos, e “kutsuu”, que significa “dor”. É também uma referência ao movimento global #MeToo contra o abuso sexual.

O comentário sobre o movimento foi feito quando o ministro Takumi Nemoto foi convidado se manifestar sobre uma petição de um grupo de mulheres que quer que o governo proíba os locais de trabalho de exigir que mulheres que procuram emprego e suas funcionárias usem salto alto.

“É aceito socialmente como algo que se enquadra no âmbito de ser ocupacionalmente necessário e apropriado”, disse Nemoto a um comitê legislativo na quarta-feira.

O movimento foi lançado pela atriz e escritora freelancer Yumi Ishikawa e rapidamente ganhou o apoio de milhares de pessoas online. Ativistas dizem que o uso de salto alto no Japão é quase obrigatório quando se está procurando emprego ou trabalhando em muitas empresas japonesas.

Em 2015, o diretor do festival de Cannes se desculpou depois que uma controvérsia explodiu sobre as mulheres que não tiveram acesso ao tapete vermelho por não usarem salto alto. Mas Cannes manteve o código de vestimenta, apesar de um protesto da superestrela de Hollywood, Julia Roberts, que foi descalça no ano seguinte.

Leia mais: A escolha entre maternidade e carreira profissional no Japão

Leia mais: A desigualdade de gênero na medicina do Japão

Leia mais: Baixa natalidade vira um problema no Japão

Fontes:
The Guardian - High heels at work are necessary, says Japan's labour minister

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *