Início » Internacional » Ministro japonês renuncia após declarações sobre maremoto
COMENTÁRIOS POLÊMICOS

Ministro japonês renuncia após declarações sobre maremoto

Masahiro Imamura tinha assumido o cargo em agosto do ano passado

Ministro japonês renuncia após declarações sobre maremoto
Ministro anunciou sua demissão nesta quarta (Fonte: Reprodução/STR/Jiji Press/AFP Photo)

Um dia após polêmicas declarações sobre o terremoto seguido de maremoto de 2011 no Japão, o ministro japonês da Reconstrução, Masahiro Imamura, pediu demissão do cargo, que tinha assumido em agosto do ano passado.

Em uma reunião com dirigentes do Partido Liberal Democrata nesta terça-feira, 25, Imamura afirmou: “Ainda bem que [o maremoto] ocorreu na região de Tohoku (nordeste), porque os danos seriam enormes caso tivesse acontecido mais próximo da capital”.

O desastre do dia 11 de março de 2011 provocou a morte de mais de 19.500 pessoas e também o acidente nuclear de Fukushima.

O uso do termo “ainda bem” foi considerado “extremamente inadequado” pelo primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe.

Embora tenha se retratado logo após os comentários e ter pedido desculpas ao premier, Imamura decidiu anunciar a sua renúncia nesta quarta-feira, 26.

A agência Kyodo informou que Masayoshi Yoshino, natural da província de Fukushima, será o novo ministro da Reconstrução do Japão. A pasta foi criada em 2011 para se ocupar da reconstrução das áreas afetadas pelo terremoto seguido de maremoto e ainda para tratar das questões relacionadas com o acidente de Fukushima.

Fontes:
Estado de Minas - Ministro japonês da Reconstrução se demite após comentários polêmicos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. laercio disse:

    É assim que tem que ser!
    A aceitação de pequenos erros levam água mãos grandes erros!

    No Japão as punições se dão pela natureza dos fatos e não pela quantidade.

    Acrescido do sentimento de nação, fez certo o ministro em pedir demissão.

    Isso se chama seriedade, comprimido com a nação!

    Esta será uma lição que jamais os políticos brasileira saberão porque lhes falta viver realmente o que é uma nação!
    Os políticos brasileiros não conhecem o significado da palavra nação, então tratam o povo semelhante as ações que os matadouros tem com os dados.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *